Financiamento coletivo cresceu 43% no país, em 2020

Número de investidores que adotaram o formato aumentou 23%, entre 2019 e o ano passado
-Publicidade-
Financiamento coletivo de <i>startups</i> cresceu 43% em 2020
Financiamento coletivo de startups cresceu 43% em 2020 | Foto: Divulgação/Unsplash

Os investimentos em startups brasileiras nunca foram tão altos e podem chegar à cifra de R$ 28,5 bilhões em 2021, segundo informações do Distrito, uma startup que monitora o mercado de inovação. E, nesse setor, o aumento no mercado de financiamento coletivo tem sido um sinal do interesse dos investidores nacionais.

Só em 2020, o crowdfunding, nome em inglês dado à modalidade, captou 43% a mais do que no ano anterior. Foram R$ 84 milhões, contra R$ 59 milhões. Regulamentado em 2017 pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o financiamento coletivo bateu recorde no valor médio de captação por oferta, em 2020, com R$ 1,1 milhão.

-Publicidade-

De acordo com a CVM, o número de investidores que optaram pelo formato também cresceu, passando de 6.720 para 8.275. E o ticket médio, por investidor, passou de R$ 8.800, em 2019, para R$ 10.200 em 2020.

Com informações do Portal Whow!

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site