Governo de MG arrecada R$ 34 mi com leilão do Aeroporto da Pampulha

Montante é referente ao valor de outorga a ser pago pela Companhia de Participações em Concessões (CCR), vencedora da disputa
-Publicidade-
Aeroporto da Pampulha será administrado pela CCR
Aeroporto da Pampulha será administrado pela CCR | Foto: Reprodução/Flickr

O governo de Minas Gerais arrecadou R$ 34 milhões com o leilão do Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, conhecido como Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. O montante é referente ao valor de outorga a ser pago pela Companhia de Participações em Concessões (CCR), vencedora da disputa.

Os investimentos estimados pelo governo são de R$ 151 milhões. Desse montante, cerca de R$ 65 milhões serão investidos nos primeiros 36 meses, principalmente na construção de um terminal de aviação geral, sistema de pistas de táxi, recuperação parcial do pavimento da pista e preparação para novos hangares.

“As privatizações são fundamentais”, disse o governador Romeu Zema (Novo) em pronunciamento. “A iniciativa privada tem mais agilidade, mais condições de gerir do que o setor público.” A arrecadação de impostos está estimada em R$ 99 milhões.

-Publicidade-

Leia também: “Congonhas e Santos Dumont: governo prepara venda de aeroportos”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.