Governo reduz a zero taxa de importação do arroz

O valor do produto disparou nas últimas semanas, com o pacote de cinco quilos chegando a custar R$ 40
-Publicidade-
Ministro Paulo Guedes quer aumentar a oferta de produtos | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Ministro Paulo Guedes quer aumentar a oferta de produtos | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O valor do produto disparou nas últimas semanas, com o pacote de cinco quilos chegando a custar R$ 40

governo
O ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

O Ministério da Economia decidiu zerar a alíquota do tributo de importação para o arroz beneficiado e em casca até 31 de dezembro deste ano. Contudo, a redução temporária está restrita à quota de 400 mil toneladas. E vai incidir nos produtos abarcados pelos códigos 1006.10.92 (arroz com casca não parboilizado) e 1006.30.21 (arroz semibranqueado ou branqueado, não parboibilizado). Dessa forma, a intenção do governo Bolsonaro é facilitar a entrada dos produtos estrangeiros de alguns itens da cesta básica dos brasileiros.

-Publicidade-

O arroz disparou nas últimas semanas, com o pacote de cinco quilos chegando a custar R$ 40 (porém, normalmente, o produto é vendido a R$ 15). Conforme noticiou Oeste, o aumento das importações de alimentos por parte da China e a desvalorização do real ante o dólar encareceram os produtos básicos. Além disso, levou a uma queda de braço entre os supermercadistas e a indústria de alimentos sobre o repasse do aumento de custos para os consumidores. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, garantiu que não faltará arroz nos supermercados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Governo ciente de que não pode tabelar (Livre Mercado), retira a gordura colocada por lele no gênero alimentício que ficou exorbitantemente caro.
    Essa situação foi gerada, no País, por influência estrangeira (ONU e China) e por traidores do Brasil, todos daqui que optaram por sacrificar propositadamente a economia nacional tentando fazer um caos em razão de seus espúrios interesses próprios.

  2. Excelente medida, além de outras educativas que podem ser veiculadas com rapidez, de substituição do arroz por produtos como o macarrão por exemplo. A GUERRA CONTRA A NOSSA NAÇÃO ESTÁ APENAS EM CURSO, é quantas apreensões já vivemos, quantas atitudes impróprias e criminosas do MECANISMO? Estamos com tudo na mão, principalmente confiança e credibilidade ao GOVERNO Central. Outros ataques sempre estarão rondando. O pior acredito que já vencemos.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.