Home office muda mercado de roupas nos Estados Unidos

As vendas de camisas sociais e paletós subiram e as de calças estão em baixa.  
-Publicidade-
Foto: thedarknut/Pixabay
Foto: thedarknut/Pixabay

Enquanto a venda de camisas, paletós e pijamas sobem, as de calças estão em queda

Mulher sentada mexendo no computador usando uma máscara médica
Foto: thedarknut/Pixabay

Em meio à pandemia de coronavírus, o home office acabou se tornando algo muito comum, mas a quarentena acabou levando a uma mudança interessante nos Estados Unidos. As vendas de camisas sociais e paletós subiram e as de calças estão em baixa.

-Publicidade-

Milhões de norte-americanos tiveram que trocar escritórios pelo conforto do lar, podendo usar pijamas e calças de moletom em horário comercial. Mas camisas e paletós ainda parecem importante, levando que muitos empregados vistam só a parte de cima para videoconferências.

O vice-presidente de Assuntos Corporativos do Walmart, Dan Bartlett, afirmou à CBSNews que a rede sentiu esssa mudança no consumo. “As pessoas estão preocupadas em como vão aparecer. Esse comportamento vai continuar a mudar e evoluir enquanto as pessoas se acostumam a esse novo estilo de vida”, afirmou Bartlett.

A Gap, está verificando  mesmo que o Walmart, Roupas leves e comportáveis para ficar em casa, como moletons, pijamas e blusas estão tendo picos de vendas.

Diversas marcas já sentiram essa tendência e estão fazendo propaganda de itens mais casuais e confortáveis em seus sites e redes sociais.

“Trabalhar de casa não significa comprometer o seu estilo. Mantenha um visual profissional — da cintura para cima pelo menos”, afirmou uma propaganda da Suitsupply, uma marca especializada em moda masculina.

https://www.instagram.com/p/B97BXapg0lM/?utm_source=ig_embed

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.