Inflação tem maior alta para agosto em mais de 20 anos, mostra IBGE

Em 12 meses, Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumula alta de 9,68%
-Publicidade-
Alta no preço dos combustíveis teve impacto no resultado da inflação em agosto
Alta no preço dos combustíveis teve impacto no resultado da inflação em agosto | Foto: Domínio Público/PxHere

Segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 9, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, registrou alta de 0,87% em agosto, na comparação com julho. Trata-se do maior aumento para o mês dos últimos 21 anos, desde 2000.

No acumulado dos últimos 12 meses, a inflação atinge 9,68%. De acordo com o IBGE, é o maior índice acumulado desde fevereiro de 2016, quando a alta chegou a 10,36%.

Leia mais: “Cesta básica consome até 65% do salário mínimo, aponta Dieese”

-Publicidade-

Analistas do mercado consultados pela agência Reuters projetavam alta de 0,71% em agosto e um avanço de 9,5% no acumulado de 12 meses.

O centro da meta de inflação estipulada pelo governo é de 3,75% e, pelo sistema vigente no país, ela será considerada cumprida se ficar entre 2,25% e 5,25%. O resultado do IPCA, portanto, vem muito acima da faixa determinada como objetivo pela equipe econômica.

Leia também: “Boletim Focus: mercado diminui projeção para o PIB e vê inflação mais alta”

Segundo o IBGE, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito tiveram alta em agosto. O maior avanço foi do setor de transportes. Puxado pelos combustíveis, o segmento teve variação de 1,46% e impacto de 0,31% sobre o índice geral.

No mês passado, a gasolina subiu 2,8%, e o etanol, 4,5%. O gás veicular registrou alta de 2,06%, e o óleo diesel, de 1,79%.

Leia também: “Paulo Guedes afirma que o Brasil atravessa o ‘pior da inflação’”

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro