IPCA sobe em setembro e inflação chega a 10,25% em 12 meses

O maior impacto foi causado pelo aumento da energia elétrica
-Publicidade-
Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito tiveram alta em setembro
Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito tiveram alta em setembro | Foto: Filipe Castilhos

Medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial brasileira ficou em 1,16% em setembro. Essa foi a maior variação para o mês desde 1994, quando o índice registrou 1,53%.

No ano, o IPCA acumula alta de 6,90% e, nos últimos 12 meses, de 10,25%. É o que informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística nesta sexta-feira, 8.

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito tiveram alta em setembro. O maior impacto veio da habitação (2,56%) — influenciado pela alta da energia elétrica. Na sequência, aparecem transportes (1,82%) e alimentação e bebidas (1,02%).

-Publicidade-

Leia também: “Vendas do varejo acumulam alta de 5% no ano, mostra IBGE”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.