Lucro da Pfizer cresce 45% no primeiro trimestre de 2021

A quantia lucrada nos três primeiros meses de 2021 equivale a quase R$ 30 bilhões

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
A previsão de receita da empresa para 2021 foi reajustada para US$ 72,5 bilhões
A previsão de receita da empresa para 2021 foi reajustada para US$ 72,5 bilhões | Foto: Saulo Ângelo/Estadão Conteúdo

A farmacêutica Pfizer — fabricante de uma das vacinas contra a covid-19 — registrou lucro de US$ 4,87 bilhões no primeiro trimestre deste ano. O valor resulta em um aumento de 45%, quando a comparação é feita com igual período de 2020. A quantia lucrada nos três primeiros meses de 2021 equivale a quase R$ 30 bilhões, considerando a cotação da moeda norte-americana no último dia de março.

Leia também: “Desenvolvedor da vacina da Pfizer recomenda aplicação da terceira dose do imunizante”

Com o resultado, a previsão de receita da empresa para 2021 foi reajustada de US$ 70,5 bilhões para US$ 72,5 bilhões. Os US$ 2,5 bilhões a mais equivalem à compra de 250 milhões de doses da vacina comercializada pela Pfizer para combater a pandemia, levando em conta o preço firmado no primeiro contrato com o governo brasileiro (US$ 10 a dose).

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.