-Publicidade-

O que vem a ser um banco central autônomo?

Economista Ubiratan Iorio acredita que projeto contém "devaneios românticos e intervencionistas", como o fomento ao pleno emprego
Plenário da Câmara, onde será discutido o projeto de autonomia do Banco Central
Plenário da Câmara, onde será discutido o projeto de autonomia do Banco Central | Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Só o fato da Câmara dos Deputados ser à favor dessa autonomia já causa arrepios e desconfiança. É preciso que a imprensa fique atenta aos jabutis que irão colocar em cima desta árvore. Há modelos diferentes de Bancos Centrais autônomos no mundo. Precisamos saber como eles funcional lá fora e o quê realmente se adapta à nossa democracia tupiniquim sangrada todos os dias por negociações que cheiram negociatas. Sugiro à Oeste que fique atenta para o nosso bem. Não se trata de ser contra mas, apenas de vigiar o quê esses senhores do Centrão vão fazer e- principalmente- o quê vão pedir em troca. Tenham certeza: a conta vai ser grande.

  2. Já passou da hora de estabelecer a autonomia do Banco Central. Governos atuam politicamente, por interesses de ocasião, de partidos, de grupos, de pessoas. E o BC deve atuar tecnicamente, com um único objetivo: ser o guardião da nossa moeda, mantendo sua estabilidade e evitando a inflação. Ao fazer isso, beneficia toda a sociedade.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês