Oi recebe 50% de desconto em dívida bilionária

Empresa está em processo de recuperação judicial
-Publicidade-
Foto: Oi
Foto: Oi | oi - dívida bilionária - agu

Empresa de telecomunicação está em processo de recuperação judicial

oi - dívida bilionária - agu
Foto: Oi
-Publicidade-

A Advocacia-Geral da União (AGU) anunciou nesta sexta-feira, 27, desconto de 50% na dívida a ser paga pela Oi. Com a nova decisão do órgão federal, a empresa de telecomunicação que enfrenta processo de recuperação judicial poderá quitar o montante de R$ 7,15 bilhões em até sete anos.

Leia mais: “Leilão do 5G deve ocorrer no 1° semestre de 2021”

Inicialmente, a Oi teria de arcar com pagamento de R$ 14,3 bilhões. Valor esse somado em 198 multas administrativas impostas ao decorrer dos últimos anos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), órgão por regular o setor no país.

O valor, no entanto, cairá pela metade porque a AGU fez valer a lei que permite tal benefício a “grandes empresas em recuperação judicial”. A Oi está nessa classificação desde 2017, mas só tem um novo plano homologado pela Justiça no mês passado.

Acordo histórico

Apesar do desconto de 50% e da possibilidade de o total da dívida pela operadora ser pago em até 84 parcelas, a AGU comemorou o desfecho da situação. Garantiu ser o maior acordo da história formalizado pela Anatel e pela Procuradoria-Geral Federal.

Mais: “Claro, TIM e Vivo compram divisão de telefonia móvel da Oi”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comments

  1. Neste país, só trouxa é quem paga seus compromisso em dia. Esses vigaristas, não pagam suas dívidas e ainda conseguem 50% de abatimento e ainda divididos em 84 (oitenta e quatro) parcelas! Conclusão: sugiro que os corretos sigam o exemplo desta empresa vigarista aí.

  2. Nessa republiqueta bananeira, só o joão-ninguém, honesto e trabalhador, é que se f&%$. Os grandões mexem lá com os pauzinhos, molham as mãos das “otoridades”, e se safam de qualquer dívida. Decididamente, o Brasil não deu certo.

  3. Enquanto isso, empresas Estatais que nem dependem do governo. São colocadas a venda sem justificativa plausível…
    Principalmente da pasta ao qual o ministro é responsável…

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site