Pela primeira vez, americano será presidente do BID

Mauricio Claver-Carone teve o apoio do presidente Donald Trump, mas sofreu resistência de representantes de outros países
-Publicidade-
O novo presidente do BID, Mauricio Claver-Carone | Foto: Gabriel Aponte/Concordia Summit
O novo presidente do BID, Mauricio Claver-Carone | Foto: Gabriel Aponte/Concordia Summit | presidente, bid, estados unidos, américa latina, donald trump, mauricio claver-carone

Mauricio Claver-Carone teve o apoio do presidente Donald Trump, mas sofreu resistência de representantes de outros países

presidente, bid, estados unidos, américa latina, donald trump, mauricio claver-carone
O novo presidente do BID, Mauricio Claver-Carone | Foto: Gabriel Aponte/Concordia Summit
-Publicidade-

Pela primeira vez, um cidadão dos Estados Unidos será o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Mauricio Claver-Carone teve o apoio do presidente Donald Trump para conseguir a vaga, mas sofreu resistência de representantes de outros países.

Até então, apenas latino-americanos haviam ocupado o posto.

O atual presidente do BID é o colombiano Luis Alberto Moreno, eleito em 2005 e reeleito duas vezes, em 2010 e 2015.

No início do ano, o Brasil até começou a trabalhar em uma candidatura própria. Contudo, a proximidade dos presidentes Trump e Jair Bolsonaro fez com que o governo brasileiro abrisse mão da ideia para abraçar a candidatura de Claver-Carone.

México e Argentina ainda tentaram adiar a votação para 2021 e o país de Alberto Fernández buscou um nome que pudesse fazer frente ao americano. Não teve jeito.

Pelos próximos cinco anos, o até então diretor sênior do Conselho de Segurança Nacional para Assuntos do Hemisfério Ocidental do governo Trump, considerado linha dura e anti-socialista, será o responsável pela gestão do principal banco de desenvolvimento da América Latina.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

  1. Ô Roberta, não seja como o Igor Gadelha por favor. Hj pela manhã na CNN fez o Crusoé Igor o papel de repórteres da globolixo, mostrando o quão será ruim para o Brasil. Que foi uma derrota para Paulo Guedes e por aí vai. Faça uma reportagem mostrando o quanto foi salutar para o Brasil comunista nos últimos 15anos, de presidência colombiana do BID, e como podemos perder tudo o que foi conquistado. A Nova linha dura modelo Trump, como deve ser enfrentada pelo Guedes, o Brasil, que segundo o comuna Gadelha saímos derrotados.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site