Psol e PT tentam barrar desestatização de Correios, Eletrobras e EBC

Parlamentares da esquerda brasileira querem impedir a participação do setor privado em empresas públicas
-Publicidade-
PT e Psol estão unidos pela estatização de todos os setores da economia
PT e Psol estão unidos pela estatização de todos os setores da economia | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

As bancadas de Partido Socialismo e Liberdade (Psol) e Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados protocolaram ontem, quarta-feira 14, projetos de decreto legislativo para retirar três empresas públicas do Programa Nacional de Desestatização (PND) proposto pelo governo federal — os Correios, a Eletrobras e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Com a medida, os parlamentares da esquerda brasileira visam a impedir a participação do setor privado em empresas públicas deficitárias e ineficientes. “Os Correios, como única instituição presente em todos os municípios, faz com que sua capilaridade seja um elemento diferencial quando se pensa na implementação de políticas públicas”, diz o documento assinado pelo Psol. Já para o autor do projeto de decreto de lei protocolado pelo PT, o deputado federal José Guimarães (PT-CE), a privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos “atende a setores do mercado financeiro”.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, a União deve “concentrar todos os esforços nas atividades em que a presença do Estado seja fundamental para a consecução das prioridades nacionais” — justificando, portanto, o plano de desestatização das empresas públicas. A discussão acerca da privatização dos Correios não é nova. Em fevereiro de 2021, o governo federal já havia enviado ao Congresso uma proposta de quebra de monopólio da empresa responsável pela execução do sistema de envio e entrega de correspondências no Brasil. O projeto de lei 591/2021 propõe que a União mantenha apenas uma parte do serviço postal universal, incluindo encomendas simples, telegramas e cartas. A privatização completa não é possível, entretanto, visto que a Constituição determina que o governo deve prover um serviço de correio nacional.

-Publicidade-

Leia também: “Presidente oficializa entrada dos Correios em plano de privatização”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. PSOL e PT, não aprenderam ainda? É só entrar no STF, a vitória é garantida! Esqueceram que são da mesma laia dos urubus daquela corte “suprema”? É de lá que emana todo o poder desta República de Bananas.

  2. PT e Psol qual ´foi o beneficio que estes partidecos dão para o país?
    Só estão para sabotar e roubar a nação, fazem isto só por que acabou a mamata deles.
    Fora partidos comunista!
    Por que não vão para Venezuela ou Cuba ou China?
    Melhor cai aqui do lado Argentina!

  3. O objetivo é garantir a boquinha! Bando de ladrões! A Esquerda é sinônimo de banditismo, desde que ficou claro que a ilusão da “Luta de Classes” é inviável!

  4. O PT não é o partido que surrupiou os cofres da PETROBRÁS, ELETROBRÁS, CAIXA, etc…??? E um bocado de gente não foi presa( hoje estão todos soltos), inclusive a “alma mais honesta deste mundo”???? O intuito só pode ser um: ……

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site