-Publicidade-

Servidores de estatais ganham 13 vezes mais que a média

Na PPSA, responsável por gerir os contratos de partilha oriundos de leilões do pré-sal, há funcionários recebendo R$ 31,3 mil por mês
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil | Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Na PPSA, responsável por gerir os contratos de partilha oriundos de leilões do pré-sal, há funcionários recebendo R$ 31,3 mil por mês

servidores de estatais
Dados constam no mais recente levantamento do Ministério da Economia
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Levantamento do Ministério da Economia publicado nesta sexta-feira, 20, revela que os salários médios em estatais brasileiras chegam a R$ 31,3 mil mensais. Além disso, diretores dessas empresas ganham até R$ 2,9 milhões por ano. Para termos de comparação, em 2019, a renda do brasileiro ficou abaixo de R$ 2,5 mil. E é esse mesmo brasileiro que mantém rendimentos tão generosos do funcionalismo que ocupa as empresas públicas. O relatório do governo reúne dados das 46 estatais de controle direto da União. No ano passado, o Estado teve de mandar R$ 17 bilhões a 18 dessas estatais, que são dependentes do Tesouro Nacional, ou seja, precisam do dinheiro dos pagadores de impostos para sobreviver.

Das estatais listadas, a remuneração média mais alta, de R$ 31,3 mil, é paga a funcionários da PPSA, responsável por gerir os contratos de partilha oriundos de leilões do pré-sal — ela está na lista de privatizações. Em segundo lugar, vem o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, cujo rendimento médio é de R$ 29,2 mil. Leva a medalha de bronze a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba. Com 1,5 mil empregados, o salário médio é de R$ 20,7 mil. No ano passado, o Tribunal de Contas da União descobriu que 86% dos cargos em estatais brasileiras oferecem salário superior ao de postos semelhantes na iniciativa privada.

Quer saber mais sobre estatais? Leia “O custo da ineficiência”, reportagem publicada na edição n° 2 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês