-Publicidade-

Tereza Cristina: ‘Brasil é o único do mundo que consegue produzir e preservar’

Em congresso de agronegócio, ministra da Agricultura também afirmou que após covid-19, planeta será mais exigente em termos sanitários e de sustentabilidade.
Ministra Teresa Cristina: covid-19 traz desafio sanitário e sustentável ao agronegócio | Foto: Isac Nóbrega/PR
Ministra Teresa Cristina: covid-19 traz desafio sanitário e sustentável ao agronegócio | Foto: Isac Nóbrega/PR | teresa cristina, sustentabilidade, agronegócio, ministério da agricultura

Em congresso de agronegócio, ministra da Agricultura também afirmou que após covid-19, planeta será mais exigente em termos sanitários e de sustentabilidade

teresa cristina, sustentabilidade, agronegócio, ministério da agricultura
Ministra Tereza Cristina: covid-19 traz desafio sanitário e sustentável ao agronegócio | Foto: Isac Nóbrega/PR

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, voltou a defender a sustentabilidade do agronegócio brasileiro.

“O Brasil é o único país do mundo que consegue produzir e preservar. Nossa pecuária vem crescendo muito sem desmatar”, destacou a ministra na abertura do Congresso Brasileiro do Agronegócio, promovido pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag).

Ela acrescentou que, após a pandemia de covid-19, o mundo será ainda mais exigente em termos sanitários e de sustentabilidade. “Precisamos exercitar cada vez mais a sustentabilidade no agro brasileiro. Por isso, tivemos a preocupação de trazer no Plano Safra 2020/21 várias linhas com recursos exclusivos à sustentabilidade”.

Tereza Cristina enfatizou o papel da Embrapa, que fornece tecnologias para o produtor evoluir nas práticas agrícolas. “Nenhum país tem tecnologia e pesquisa de ponta como a Embrapa oferece”, refletiu a ministra.

Ela também falou sobre a diversificação da pauta exportadora do agronegócio brasileiro, pondo em relevo as 85 novas aberturas de mercado durante sua gestão. “Estamos diversificando pauta exportadora para alimentos como gergelim e grão-de-bico e aumentando produção nacional de alimentos como trigo”, citou.

O congresso da Abag é realizado de forma virtual na manhã desta segunda-feira, 3.

Leia também: PIB do agronegócio cresce quase 4% no começo de 2020

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. O trabalho da Tereza é ótimo, só sinto falta de uma coisa, que é ela falar sobre o comércio com a China. Se compramos alguma coisa da China hoje, então deixemos de comprar e se vendemos, tentamos vender para outros paises interessados e substituir aos poucos a China das nossas relações.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês