Wheels Up, o ‘Uber do céu’, estreia na Bolsa de Nova York

Empresa pioneira conecta viajantes a donos de aviões particulares
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Wheels Up
Foto: Divulgação/Wheels Up

A Wheels Up se tornou a primeira empresa privada de aviação a pôr ações à venda na Bolsa de Nova York. A ideia que fez a cada ação valorizar-se 8% no dia de estreia foi o conceito de “Uber dos céus”.

Usuários frequentes podem se tornar membros do serviço, com taxas que vão de US$ 2.995 a US$ 29.500. Quem não é membro pode solicitar um avião pelo aplicativo. Um voo num King Air 360i entre Burbank, na Califórnia, e Las Vegas, por exemplo, fica em US$ 7 mil.

“A China entra no mercado de grandes aviões comerciais”

-Publicidade-

Como no Uber, a empresa conecta viajantes a donos de aviões particulares. Voos podem ser compartilhados com o preço repartido. Os mais de 1.500 aviões disponíveis variam de tamanho para cada necessidade.

 

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site