A China entra no mercado de grandes aviões comerciais

O modelo C919 vai concorrer com a Airbus e a Boeing pelo mercado chinês
-Publicidade-
O C919 deve colocar a China no mercado de aviação civil
O C919 deve colocar a China no mercado de aviação civil | Imagem: divulgação da Comac

A empresa estatal chinesa Comac anunciou que está entrando no mercado da aviação comercial de grande escala, entrando em concorrência direta com os gigantes Airbus e Boeing. O modelo C919 que passou uma década em desenvolvimento e custou US$ 72 bilhões ao governo está prestes a ser aprovado pelo regime comunista para iniciar seus voos comerciais.

Segundo o jornal Financial Times, a Comac anunciou que já possui perto de mil ordens de compra e opções para voos internos. A primeira entrega está prevista para a China Eastern Airlines até o fim de 2021.

O C919 tem o design muito parecido com o Airbus e é fabricado com componentes da China, Alemanha, França e Estados Unidos. O receio dos rivais não é que a Comac exporte seu modelo, mas que tome completamente o gigantesco mercado chinês, que deverá adquirir um total de 8,6 mil novos aviões comerciais nos próximos 20 anos.

-Publicidade-

Leia também: “O jogo do gigante”, reportagem publicada na Edição 58 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Esse pessoal não tem nenhuma tradição na fabricação de aeronaves, nunca se sabe quantas delas caem por ano naquele país, portanto, pelo sim pelo não, prefiro não embarcar num desses aí. Tradição eles tem em fabricar cópias, geralmente mal feitas, de outras marcas consagradas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site