-Publicidade-

Biden prega volta dos EUA ao Acordo de Paris

Democrata promete realizar ato caso vença a eleição presidencial.
Paris, capital da França, dá nome a acordo climático | Foto: Canva
Paris, capital da França, dá nome a acordo climático | Foto: Canva | joe biden - acordo de paris

Democrata promete realizar ato caso vença a eleição presidencial

joe biden - acordo de paris
Paris, capital da França, dá nome a acordo climático | Foto: Canva

Se o Partido Democrata chegar ao comando da Casa Branca, os Estados Unidos vão voltar ao Acordo de Paris. Candidato a presidente da República pela legenda, Joe Biden prometeu que, se eleito, colocará o país de volta ao tratado climático logo no início de 2021.

Leia mais: “O autoritarismo escancarado invade Paris”

Biden, que disputa a Presidência norte-americana contra o republicano Donald Trump, falou sobre o Acordo de Paris em meio à apuração da eleição e logo após seu oponente adotar medida em sentido contrário. Conforme Oeste noticiou, o atual presidente retirou os Estados Unidos do tratado internacional.

“Trump abandonou oficialmente o acordo climático de Paris. E, em exatamente 77 dias, uma administração Biden voltará a aderir a ele”, publicou o candidato democrata na quarta-feira 4. A afirmação foi feita por meio de postagem no Twitter.

Dessa forma, Biden sinaliza que, sob seu governo, os Estados Unidos retornarão ao Acordo de Paris até o início de abril. Isso porque o presidente eleito dos Estados Unidos assume o comando da Casa Branca sempre no dia 20 de janeiro seguinte à eleição.

O acordo

Rechaçado por Donald Trump, o Acordo de Paris foi firmado em 2015, durante convenção da Organização das Nações Unidas (ONU). O tratado define medidas a ser concretizadas pelos países-membros com o objetivo de diminuir a emissão de gases poluentes, a fim de controlar o aquecimento global.

Eleição dos EUA

Confira como está a briga na disputa por delegados do Colégio Eleitoral

Por que um candidato a presidente dos EUA precisa de 270 delegados?

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. TÁ, então esse comuna vai realizar sanções a China por ser a maior poluidora do mundo, e vai apoiar as sanções tbm a Rússia por não proteger o meio ambiente. É isso? Ou vai fazer o jogo sujo d impor as sanções ao Brasil q sempre protegeu seu meio ambiente, com o intuito de ajudar a China de comprar alimento barato do agro nacional , diamante e minério da Amazônia. Essa conversa patrocinada pela mídia bancada pela china já encheu o saco.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês