-Publicidade-

Advogado quer anular condenação de Moro contra Lula: ‘não houve juiz’

Responsável pela defesa do ex-presidente contesta trabalho do ex-juiz federal
Cristiano Zanin Martins é um dos advogados de Lula | Foto: Divulgação
Cristiano Zanin Martins é um dos advogados de Lula | Foto: Divulgação | cristiano zanin martins - lula - moro - condenação anulação - lava jato - mpf-rj

Responsável pela defesa do ex-presidente contesta trabalho do ex-juiz federal

cristiano zanin martins - lula - moro - condenação anulação
Cristiano Zanin Martins é o advogado de Lula | Foto: DIVULGAÇÃO

O ex-presidente Lula almeja se tornar inocente perante os olhos da lei. Isso porque a defesa do petista reforçou neste sábado, 29, a intenção de ver anulada a condenação proferida anos atrás pelo então juiz federal Sergio Moro.

Leia mais: “Moro pode ser declarado suspeito nos processos envolvendo Lula?”

O advogado Cristiano Zanin Martins afirma que seu cliente não teve direito a julgamento justo. Nesse sentido, acusa Moro e o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, de estarem mal intencionados contra o antecessor de Dilma Rousseff no Palácio do Planalto.

“Não houve juiz”, disse Martins a respeito de Moro. “O juiz, na verdade, fazia parte da acusação”, prosseguiu o advogado em vídeo divulgado pelo Instituto Lula nas redes sociais.

Mais uma derrota para Moro?

Na onda de recente decisão do Supremo Tribunal Federal, a entidade promove a hashtag #AnulaSTF. No início da semana, a Corte considerou que Sergio Moro não foi imparcial ao julgar caso relacionado ao esquema do Banestado e, assim, anulou sentença contrária ao doleiro Paulo Roberto Krug.

MAIS: “Moro respeita decisão do STF, mas…”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Não demorou muito, depois da declaração desse atrapalhado ex-juiz, ao afirmar que respeita a decisão do STF em anular suas sentenças, em outras palavras, admite seus erros, pelos quais deverá pagar e ou indenizar suas vítimas. Está aí o resultado de suas falas, otário! Vai ter que pagar por isso. Isso daí é só o começo. Aguarde.

  2. Então teremos que presenciar a Globo/radiobandnews e Folha, comandados pelo Reinaldo Azevedo abraçado a 1 bandeira cor cenoura escrito Lula 22, fazendo campanha política pro bandido, enquanto o “assassino de gerações inteiras” e seus asseclas, perambulam pelas ruas amargando o ocaso? Penso que não. O POVO BRASILEIRO pós quarentena apressará o fim do CONLUIO entre os senadores, em quem votamos e nos traem assintosanente, e a congregação dos escolhidos pelos ex presidentes marginais. PRISÃO em SEGUNDA instância e fim do foro privilegiado, este é o ÚNICO PLANO de resgate da NAÇÃO p as futuras gerações de brasileirinhos. Lula está preso a sua história. Disto ele nunca se livrará: da justiça divina.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês