Afeganistão: UE planeja pacote de recursos para evitar crise migratória

Bloco econômico quer oferecer apoio financeiro para que migrantes fiquem em países próximos
-Publicidade-
Até agosto, quase metade do PIB do Afeganistão vinha de ajuda externa | Foto: Reprodução/Twitter
Até agosto, quase metade do PIB do Afeganistão vinha de ajuda externa | Foto: Reprodução/Twitter

A União Europeia (UE) planeja um pacote de € 600 milhões para que países vizinhos, como Paquistão e Uzbequistão, aceitem os afegãos como refugiados. O valor faz parte do pacote de assistência ao Afeganistão de cerca de € 1 bilhão. A medida foi discutida na terça-feira 31 por ministros do Interior dos países membros do bloco.

Leia mais: “Talibã faz ‘enterro’ simbólico de potências estrangeiras”

Segundo o vice-presidente da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, a UE irá buscar auxílio de toda comunidade internacional para reunir recursos para capacitar e apoiar os cidadãos retirados do Afeganistão nas últimas semanas. A intenção dos ministros é evitar uma crise migratória ao continente, como a registrada em 2015 pela guerra na Síria.

-Publicidade-

Leia também: “Biden: ‘Não havia mais um propósito na missão no Afeganistão’”

De acordo com a ministra do Interior da Itália, Luciana Lamorgese, todos os países mostraram sua total disposição para uma abordagem ordenada e completa da chegada de afegãos e também para participar do acolhimento de pessoas que fogem de situações difíceis.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro