Alemanha inicia reabertura de comércios

A decisão foi tomada pela primeira-ministra Angela Merkel, em conjunto com os governadores, e ela deixou claro que a volta à normalidade será lenta e cautelosa.
-Publicidade-
Foto: FelixMittermeier/Pixabay
Foto: FelixMittermeier/Pixabay | Alemanha

Os casos de curados no país já são maiores que os de internados

Alemanha
Foto: FelixMittermeier/Pixabay
-Publicidade-

Nesta segunda-feira, 20, a Alemanha se prepara para uma nova fase no caminho de retorno à vida normal no país: parte do comércio, fechado há mais de um mês, volta a funcionar.

O governo quer manter o número de internações em queda, aumentar a realização de testes para monitorar a epidemia e garantir que a população permaneça em distanciamento social. A Alemanha faz entre 500 mil e 600 mil testes por semana, muito mais do que os Estados Unidos e o Reino Unido, por exemplo.

A decisão foi tomada pela primeira-ministra Angela Merkel, em conjunto com os governadores, e ela deixou claro que a volta à normalidade será lenta e cautelosa, segundo informações do portal G1.

O número de casos de curados no país já é maior que o de internados.

Como foi noticiado por Oeste, a taxa de transmissão do vírus de pessoa para pessoa caiu para 0,7% no país, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Robert Koch, a autoridade federal responsável pelo monitoramento epidemiológico.

É a primeira vez que esse índice fica abaixo de 1%, destacou o presidente da instituição, Lothar Wieler, lembrando que a taxa no início deste mês era de 1,3%.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site