Amazon investirá na agricultura indiana

Principal objetivo é oferecer serviços de agronomia digital aos produtores do país
-Publicidade-
Potencial de crescimento do mercado indiano de logística agrícola tem chamado a atenção de gigantes da tecnologia | Foto: Reprodução/Unsplash
Potencial de crescimento do mercado indiano de logística agrícola tem chamado a atenção de gigantes da tecnologia | Foto: Reprodução/Unsplash

De olho no crescimento da agropecuária mundial, a Amazon, uma das empresas mais valiosas do mundo, anunciou que irá investir na agricultura indiana. A primeira ação, que já foi colocada em prática, é oferecer serviços de agronomia digital aos produtores do país, através do Amazon Retail — ferramenta de análise de dados.

Leia mais: “Milhares de agricultores indianos protestam contra o governo”

O dispositivo também oferece alertas de pragas e doenças e software de gerenciamento de fazendas que pode ser acessado via aplicativo móvel. Isso também permite que uma equipe de agrônomos possa dar conselhos completos aos agricultores. Segundo a empresa, uma “infraestrutura robusta da cadeia de suprimentos com temperatura controlada” também está em construção, visando à preservação dos produtos agrícolas e à redução do desperdício de alimentos.

-Publicidade-

Leia também: “Amazon vai pagar faculdade para funcionários nos Estados Unidos”

Atualmente, mais da metade da população da Índia está empregada na agricultura, e o setor representa cerca de um quinto do Produto Interno Bruto do país. No entanto, a maioria das fazendas é de pequenas propriedades, que dependem de trabalho manual e práticas ultrapassadas.

Motivação

Segundo estimativas da consultoria norte-americana Bain & Company, o mercado indiano de logística agrícola habilitada para tecnologia, vendas e entrega de insumos poderia agregar US$ 35 bilhões em valor até 2025. Oportunidade que a Amazon está tentando aproveitar, mas a companhia não é a única.

Leia: “Facebook e Ray-Ban lançam óculos inteligentes. Inovador ou assustador?”

No ano passado, o Facebook investiu US$ 5,7 bilhões na operadora indiana de rede móvel Reliance Jio. Na ocasião, a empresa dona da maior rede social do mundo destacou a digitalização do setor agrícola da Índia como parte de sua motivação para fechar o negócio.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. Engraçado o Brasil não se pode cultivar mas em outros País sim… a tá. Querem impedir do Brasil crescer com grande produtor de alimentos.

    1. Para esse tipo de assistência técnica aí, é melhor dispensar. Esses programadores desses softwares nem sabem o que [é um pé de feijão, quanto mais plantar um. Esses caras acham que a agricultura indiana é igual a agricultura na Alemanha ou outros países do primeiro mundo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro