Arábia Saudita prende 298 funcionários do governo por suspeita de corrupção

Esta é mais uma onda de prisões entre pessoas de vários escalões do governo saudita
-Publicidade-

Essa é mais uma onda de prisões entre pessoas de vários escalões do governo saudita

O governo da Arábia Saudita prendeu no último domingo, dia 15, 298 funcionários do governo sob acusações que vão de abuso de poder a recebimento de propina.

-Publicidade-

O anúncio foi feito pela Comissão de Controle Anticorrupção do país.

O valor envolvido nos supostos crimes chega a meio bilhão de reais.

Entre os detidos estão oito altos funcionários do Ministério da Defesa e dois juízes.

Em 6 de março, por motivos ainda desconhecidos, o príncipe Mohammed bin Salman ordenou a prisão de três integrantes da família real, incluindo o ex-sucessor da coroa, Mohammed bin Nayef.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.