Argentina ameaça punir empresas por falta de comida

O presidente Alberto Fernández mandou notificar 11 companhias do setor alimentício, entre elas, a Danone e a Bunge
-Publicidade-
O Poder Executivo determinou congelamento de preços
O Poder Executivo determinou congelamento de preços | Foto: Divulgação/Casa Rosada

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, acusou empresas do ramo alimentício de provocar desabastecimento em mercados. Em razão disso, o peronista aumentou a fiscalização nas fábricas do setor e disse que não descarta aplicar multas. Por determinação do chefe do Executivo, a lei que congela preços foi prorrogada até 31 de março. Economistas consideram que a medida gera falta de comida nas prateleiras e estimula o mercado negro.

Conforme o Ministério do Desenvolvimento daquele país, 11 empresas foram notificadas pelo Estado, entre elas a Danone, a Bunge, a Unilever e a P&G. A gestão de esquerda as acusa de descumprir a intimação do governo para “aumentar sua produção ao mais alto grau de sua capacidade instalada e arbitrar os meios à sua disposição para garantir seu transporte e distribuição a fim de satisfazer a demanda” durante o surto de coronavírus.

Ainda segundo o governo, houve “uma importante queda na produção e na distribuição de diversas gamas de produtos” entre novembro e janeiro. Em nota, a pasta cita redução de estoques de farinhas, arroz, azeites, massas, detergentes e curativos. As empresas terão cinco dias para se adequar às medidas, segundo o governo. Devido às políticas de Fernández, redes de supermercado já advertiam problemas com a falta de alimentos.

-Publicidade-

Leia também: “O populismo pobre da Argentina”, reportagem publicada na edição 30 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.