A Argentina entra em quarentena

Apenas supermercados e farmácias permanecerão abertos O presidente argentino, Alberto Fernández, decretou quarentena total no país, a partir da meia-noite de amanhã, sexta-feira 20, até 31 de março, para tentar…
-Publicidade-

Apenas supermercados e farmácias permanecerão abertos

O presidente argentino, Alberto Fernández, decretou quarentena total no país, a partir da meia-noite de amanhã, sexta-feira 20, até 31 de março, para tentar evitar a propagação do novo coronavírus no país.

-Publicidade-

Soldados do Exército e policiais vão vigiar as ruas, e só será permitida a circulação de pessoas para a compra de alimentos e remédios e para a retirada de dinheiro em caixas eletrônicos.

Também será possível sair para ir a médicos e hospitais em busca de atendimento.

Além disso, outra exceção é a saída de casa para a prestação de auxílio a um parente doente. As demais terão de contar com autorização das autoridades sanitárias, de acordo com informações da Folha de S.Paulo.

Quem descumprir as medidas poderá ser punido com pena de prisão de um a 15 anos, por atentado à saúde pública.

Todo o comércio não relacionado à venda de alimentos e remédios será fechado, inclusive bares, restaurantes, cinemas e teatros.

A Argentina já registrou 79 casos de infectados e confirmaram-se três mortes. ​

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.