Ataque contra igreja cristã deixa mortos e feridos na Indonésia

Governo suspeita que o Estado Islâmico seja o autor do crime
-Publicidade-
Tragédia ocorreu na Catedral Sagrado Coração de Makassar
Tragédia ocorreu na Catedral Sagrado Coração de Makassar

Vinte cristãos ficaram feridos neste domingo, 28, depois de dois terroristas explodirem uma bomba defronte a uma igreja em Makassar, na Indonésia. Os fiéis comemoravam o início da Semana Santa no momento do atentado. Por ora, a identidade dos criminosos suicidas não foi divulgada, mas o governo federal suspeita que a dupla pertencia ao Estado Islâmico. O presidente Joko Widodo anunciou que a Justiça abrirá um inquérito para apurar o ataque.

“Condeno veementemente esses atos de terrorismo e ordenei ao chefe da polícia que investigue profundamente os culpados e descubra as redes responsáveis”, escreveu o chefe do Executivo, em nota divulgada à imprensa pouco depois da tragédia. Em maio de 2018, pelo menos treze pessoas foram mortas em ataques contra três igrejas cristãs na ilha indonésia de Java, no leste do país, que foram reivindicados pelo Estado Islâmico.

-Publicidade-

Leia também: “Perseguição a cristãos: por que precisamos falar sobre isso?”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.