Bélgica decide desativar todas as usinas nucleares

O país europeu tem duas usinas, com sete reatores no total, que são operadas pela empresa francesa Engie
-Publicidade-
As últimas usinas nucleares em operação no país deverão ser desativadas em 2025
As últimas usinas nucleares em operação no país deverão ser desativadas em 2025 | Foto: Reprodução

O governo da Bélgica informou que vai desativar todas as usinas nucleares no país ao longo dos próximos três anos. O anúncio foi feito na quinta-feira 23.

As últimas usinas nucleares em operação no país deverão ser desativadas em 2025, conforme a lei aprovada em 2003. A Bélgica tem duas usinas, com sete reatores no total, que são operadas pela empresa francesa Engie.

Como parte do acordo, o país vai continuar a investir em tecnologias futuras que podem favorecer a construção de reatores menores.

-Publicidade-

A decisão

Os Verdes, coalizão de sete partidos que governa o país, vinha discutindo o assunto há semanas. Eles decidiram que o governo cumprisse uma lei de 2003 sobre o fim da produção de energia nuclear na Bélgica.

A direita, contudo, desejava que os dois mais novos reatores nucleares seguissem abertos. Um grupo de ministros chegou a um acordo depois de conversas que terminaram na quinta.

Em compensação, os ministros concordaram em investir em “energias renováveis e neutras em carbono”, incluindo reatores nucleares da próxima geração.

Isso envolveria destinar fundos a novos reatores modulares menores, que geram menos energia e são mais fáceis de controlar em caso de emergência.

O primeiro-ministro belga, o liberal Alexander De Croo, disse que o principal objetivo do acordo era garantir a segurança do fornecimento de energia.

“Nosso povo e nossas empresas têm direito a isso”, disse, acrescentando que o segundo objetivo era “optar totalmente pela inovação”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. OOOhhhh!
    Que povo lindo né!?
    LIMPINHOS e altamente HIPOCRITAS.
    Vão QUEIMAR CARVÃO né….ÓBVIO, pois diminuir o altíssimo consumo, per capita, europeu por ENERGIA, esse povinho, limpinho e arrogante o NÂO FAZEM.
    Preocupadíssimos coma AMAZONIA e queimam toneladas de carvão. TEM o discurso que suas usinas tem filtros que retiram toda as impurezas da queima do carvão….
    ORAS! A gente acredita tá….subam na chaminé e ficam lá respirando essa tal fumaça branquinha e “limpinha” por 1 minuto…
    Colonialistas Hipocritas

    1. Você tem razão. Os hipócritas sempre têm uma razão diferente daquela que deixam transparecer. Metem o nariz na vida do vizinho e não fazem o dever de casa.

  2. Idiotas, e a China se enchendo de carvão, usa em um dia o que a Inglaterra usou em uma decada de revokução industrial, enfim, ninguem sentirá falta da Europa, q se tronará, a Islamoropa, talvez o gueto mais podre e abusivo do Mundo ocidental depois dos EUA, refugiados amerucanos procuram asilo no mexico, canadenses morrem tenrando atravessar a fronteira norte do mexico, o estado Gayzista Americano proibe qq sexo menos o anal, ideal para evitar a procriação e reprodução de machos escrotos. Hahaha venham pro STFquistão brasileiro aqui pode td com um pouco de propina e cocaina.

    1. É, Severo… Tenho que concordar com você, é mais ou menos isso daí mesmo. Quanto ao problema energético, a menos que apareça algo revolucionário nesse campo em curto espaço de tempo, a opção mesmo é a energia nuclear e esses imbecis vão ter que religar essas usinas a menos que renunciem à COP26 e voltem para o carvão. O gás russo, a China vai comprar todo ele.

      1. O europeu já está sendo no bolso o aumento do preço da energia. Já os russos, estão rindo a toa.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.