Black Lives Matter se solidariza com a ditadura cubana e pressiona Biden

Movimento de extrema esquerda pediu ao presidente dos Estados Unidos que encerre o 'embargo' contra a ilha
-Publicidade-
Ajuntamento debita na conta dos EUA as dificuldades econômicas da ilha
Ajuntamento debita na conta dos EUA as dificuldades econômicas da ilha | Foto: Gerry Lauzon/Flickr.com

O movimento de extrema esquerda Black Lives Matter (BLM) emitiu uma nota sobre o que pensa acerca das manifestações em Cuba. Na quinta-feira 15, o ajuntamento “passou pano” para a ditadura cubana ao debitar na conta de um suposto “embargo” as dificuldades financeiras da ilha, gerenciada por comunistas desde o golpe da década de 1950. À época, o guerrilheiro Fidel Castro prometeu eleições livres em 18 meses, mas não cumpriu.

“O povo de Cuba está sendo punido pelo governo dos EUA porque o país manteve seu comprometimento com a soberania e autodeterminação”, salienta o documento do BLM, ao tecer elogios ao regime castrista. “Cuba, historicamente, demonstrou solidariedade com pessoas de ascendência africana oprimidas”. O comunicado, porém, não menciona as prisões arbitrárias e a violência para suprimir os protestos por liberdade.

Adiante, o BLM cobra do presidente Joe Biden o fim das sanções contra a ditadura. Durante as eleições, o movimento serviu de cabo eleitoral para o democrata. Contudo, vem demonstrando insatisfações com algumas medidas da Casa Branca. “Os líderes dos Estados Unidos tentaram esmagar esta revolução durante décadas. Em vez de amizade, respeito e boa vontade internacionais, o governo dos EUA apenas instigou o sofrimento.”

-Publicidade-

Leia também: “A fraqueza explícita diante dos adversários”, artigo de Ana Paula Henkel publicado na Edição 55 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. Caro Cristyan Costa…. ótima leitura!
    Você deu a definição perfeita para esse BLM… ‘ajuntamento”! kkkkkkkkk!!!!
    E ficam claras aqui a hipocrisia, o cinismo e a incoerência desse “ajuntamento”.
    Defendem a liberdade…mas quando quem ataca a liberdade é de esquerda pode!!
    Ahhhh… então o problema de Cuba é dos EEUU…. ??? E os outros Países com quem Cuba mantém relações???
    Eita esquerdalha canalha e hipócrita!!!

  2. E necessário perguntar quem embarga quem. Ouvi uma notícia que o governo desta ilha liberou geral a entrada de alimentos e remédios para o povo necessitado, então devo concluir que quem está embargando a ilha é a própria ilha!

  3. Para surpresa de ninguém…. lixo autoritário fantasiado de ” direitos humanos “…. afinal todos os países vendem para a ditadura cubana. Os EUA agem de acordo com sua constituição: liberdade. O cidadão deve ter o direito de ir e vir. Por isso a China finge ser um país livre…

  4. Sequencia dos fatos: EUA embargam, Europa investe no turismo desde que a ilha solte os prisioneiros politicos, URSS sustenta o regime, Venezuela dá continuidade, Lula, Dilma e o PT sustentam a camarilha…..vem o Bolsonaro e estraga tudo!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site