Canadá libera entrada de brasileiros vacinados, exceto com a CoronaVac

Produto chinês tem baixa eficácia contra a covid-19
-Publicidade-
Imunizante tem força de 50,3% no enfrentamento do novo coronavírus
Imunizante tem força de 50,3% no enfrentamento do novo coronavírus | Foto: Myke Sena/MS

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, permitiu a entrada de turistas vacinados, incluindo brasileiros, mas decidiu barrar quem recebeu injeção do imunizante chinês CoronaVac. O comunicado foi emitido por autoridades sanitárias, na terça-feira 8. Desde o início do mês passado, norte-americanos já frequentam o país vizinho. O governo canadense vinha mantendo controle rígido de circulação de pessoas desde o início da pandemia de covid-19.

Para entrar no Canadá, será preciso: 1) não ter sintomas ou sinais de coronavírus; 2) ter sido vacinado com uma das vacinas reconhecidas no país (AstraZeneca, Janssen, Moderna e Pfizer); 3) ter tomado a última dose de um imunizante há pelo menos 14 dias; 4) enviar prova digital de vacinação através da plataforma ArriveCAN; 5) apresentar um teste PCR negativo realizado até 72 horas antes da chegada, caso nunca tenha sido contaminado pelo patógeno.

Leia também: “Precisamos falar sobre a CoronaVac”, reportagem publicada na Edição 67 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro