China chama Reino Unido de “p**a pedindo para apanhar”

"Nós navegaremos onde a lei internacional permitir", respondeu o governo britânico
-Publicidade-
O secretário-geral do Partido Comunista da China, Xi Jinping | Foto: Divulgação/Flickr
O secretário-geral do Partido Comunista da China, Xi Jinping | Foto: Divulgação/Flickr

O jornal oficial do regime comunista chinês Global Times, através de seu editor-chefe Hu Xijin, alertou o governo britânico contra a presença do porta-aviões HMS Queen Elizabeth no mar do Sul da China. O porta-aviões está realizando operações em águas internacionais juntamente com navios da Marinha dos EUA em apoio a países aliados preocupados com a agressiva presença militar chinesa na região.

Segundo Hu Xijin, qualquer incursão em territórios reivindicados pelo país serviria como “exemplo da determinação em salvaguardar sua soberania de Estado”. E então resolveu usar uma linguagem mais vulgar: “Para dizer precisamente, se o Reino Unido quiser fazer esse papel para coagir a China no mar do Sul da China, então será uma puta. Se fizer algum movimento substancial, estará pedindo uma surra.”

“Chineses usam mar como esgoto” 

-Publicidade-

O jornal britânico The Times afirmou que o governo está em conflito pelos direitos sobre o mar do Sul da China e militarizou águas internacionais. Os EUA fazem exercícios regulares na área, mas respeitam o limite de 12 milhas das ilhas controladas pelos chineses.

Em declaração para o Times, o secretário britânico de Defesa, Ben Wallace, disse: “Não é segredo que a China vigia e desafia navios que transitam águas internacionais em rotas completamente legítimas. Nós respeitaremos a China, e esperamos que a China nos respeite… Nós navegaremos onde as leis internacionais permitirem”.

 

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários

  1. Quando as potencias ocidentais, principalmente a Inglaterra da época da primeira revolução industrial, mais precisamente na época vitoriana, o império da decadente dinastia Qing chinesa, sofreu grandes humilhações da mitológica e perversa Albion, da qual os chinas tem uma bronca secular desses britânicos. Por isso a origem dessas provocações. Briga antiga. Hong Kong é um exemplo disso, tanto que os chinas tem uma obsessão por esse tipo de dominação imperial que, por onde eles passam, quando fazem acordos semelhantes com outros países que recorrem ao seu capital, eles o fazem também por um período de cem anos para explorar os seus territórios, tal qual foi feito pelos ingleses sobre os chineses quanto à cidade de Hong Kong. É só uma teoria minha mas que tem suas razões de ser.

  2. Acredito que o Presidente deva tomar uma decisão contundente, para impedir a “tomada do poder”, como disse aquele terrorista, traidor da pátria do dirceu.
    Por quê penso assim ! Porque se eles tomarem o poder, esses terroristas farão o que todos os comunistas fazem nos países que dominam, vão perseguir, prender, torturar e executar todos os que são contra. Presidente, o Brasil do bem está com o Senhor.

  3. A China e o seu PRC estão sub-julgando o Mundo democrático com seu poderio econômico, concedido pelo ocidente movido pela sua propria ganância e hoje, usa isso para ficar chantageando-os com ameaças de estrangulamento economico e o pior ainda, como a sua política expancionistas insaciavel de dominação, sem o uso do seu poderio militar, que é atualmente o maior do mundo, diversificando compras de países e seus ativos na infraestrutura, minas de metais valiosos e estratégicos na dominação industrial e na guerra, terras agriculturáveis para sua segurança alimentar, grandes mídias que estão quase todas descapitalisadas, universidades de ponta e finalmente investimento nas areas culturais com aparencias filantrópicas e cooptação de sindicatos com doações de verbas substanciais em países do terceiro mundo.
    Obs: A nova rota da seda já está em plena implantação.!!!

  4. Os países capitalistas exploram a mão de obra escrava da China, se locupletando, junto com o partido comunista chinês, do sangue e suor do povo chinês. São farinha do mesmo saco.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro