-Publicidade-

China ocultou a extensão do surto de coronavírus, informa relatório

Governo revisou repetidamente sua metodologia de contagem de casos
Produção é retomada na China, apesar de pandemia de coronavírus. Foto: K. KLICHE/PIXABAY
Produção é retomada na China, apesar de pandemia de coronavírus. Foto: K. KLICHE/PIXABAY | Coronavírus

Governo revisou repetidamente sua metodologia de contagem de casos

Produção é retomada na China, apesar de pandemia de coronavírus | Foto: K. KLICHE/PIXABAY

A Casa Branca recebeu ontem um documento que afirma: a China manipulou os dados acerca do coronavírus. O país teria ocultado a extensão do surto em seu território, subnotificando o total de casos e mortes em razão da covid-19, informa a agência Bloomberg.

Profissionais da saúde, pesquisadores e demais autoridades, portanto, foram induzidas ao erro e subestimaram o verdadeiro potencial da doença. Em razão disso, a suposta farsa chinesa teria empurrado o mundo inteiro para dentro da pandemia.

O governo chinês revisou repetidamente sua metodologia de contagem de casos durante semanas, excluindo totalmente as pessoas sem sintomas, e somente ontem decidiu adicionar a quantidade de casos assintomáticos ao total.

Vale lembrar que a China não é o único país com informações públicas suspeitas. Autoridades ocidentais já apontaram o Irã, a Rússia, a Indonésia e, principalmente, a Coréia do Norte, que não relataram um único caso da doença, como prováveis ​​sub-contagens. Outros, incluindo Arábia Saudita e Egito, também podem estar diminuindo seus números.

Deborah Birx, imunologista do Departamento de Estado que assessora a Casa Branca, disse ontem que os relatórios com informações sobre o caso influenciaram suposições em outras partes do mundo sobre a natureza do vírus.

“A comunidade médica interpretou os dados chineses como: Isso era sério, mas menor do que se esperava”, afirmou Deborah numa entrevista coletiva. “Porque acho que provavelmente estávamos perdendo uma quantidade significativa dos dados, agora que vimos o que ocorreu na Itália e na Espanha”, concluiu.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

    1. A questão que se coloca é: quais serão as cobranças ao Partido Comunista Chinês quando isso acabar? Será exigido mais transparência e responsabilidade? Cobrar-se-á democracia? Ou passarão o maior pano argumentando que o governo chinês provocou uma pandemia “sem querer”?

  1. 6 dias ? O Brasil teve 2 meses e continua debatendo distanciamento social x atividade econômica. Na china mais de 1 Bilhão e 400 Milhoes e 5.000 mortos.

    No Brasil 210 Milhoes de habitantes (quase 7 vezes menor que a China em população) e + 70k mortes.

    E continuamos sem ministro da saude…

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.