China pode ter espionado aplicativo Zoom

A companhia do Vale do Silício admitiu que reuniões realizadas em países ocidentais conectaram-se a “sistemas chineses” de data centers e roteadores de dados
-Publicidade-
Foto: DIVULGAÇÃO/ZOOM
Foto: DIVULGAÇÃO/ZOOM | Zoom

A companhia do Vale do Silício admitiu que reuniões realizadas em países ocidentais conectaram-se a “sistemas chineses” de data centers e roteadores de dados

É alta a possibilidade de que o regime autoritário de Pequim tenha acessado informações privadas e confidenciais de milhares de pessoas.| Foto: DIVULGAÇÃO/ZOOM
-Publicidade-

O aplicativo de videoconferências Zoom, cuja utilização cresceu largamente desde o início da pandemia de coronavírus, teve dados de reuniões entre não-chineses trafegando em sistemas na China. O Zoom admitiu a “falha técnica” e informou que já corrigiu o problema.

A empresa do Vale do Silício tem grandes operações na China. Entre elas, um departamento de pesquisa e desenvolvimento com mais de 700 funcionários, instalado no país como medida de redução de custos. Como muitos dados de conferências de negócios e encontros sociais foram roteados por servidores chineses, é alta a possibilidade de que o regime autoritário de Pequim tenha acessado informações privadas e confidenciais.

O governo britânico utilizou o Zoom para reuniões estratégicas sobre a pandemia. A empresa garante que conferências governamentais não foram afetadas pelo problema técnico.

A pandemia expõe o alto risco de empreendimentos ocidentais no país tutelado pelo Partido Comunista. É possível que, nos próximos anos, negócios sensíveis a espionagem deixem a China para se instalar em países com regulação clara, regras de compliance e governança corporativa séria. Uma oportunidade para o Brasil.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site