Colômbia não vai normalizar relações com a ditadura venezuelana

É o que afirma o presidente do país democrático, Iván Duque
-Publicidade-
Iván Duque é presidente da Colômbia
Iván Duque é presidente da Colômbia | Foto: Reprodução/Flickr

O presidente da Colômbia, Iván Duque, disse na quarta-feira 20 que seu governo não vai dar legitimidade à ditadura venezuelana. A declaração ocorre depois de o Senado do país democrático criar uma comissão legislativa para buscar a normalização das relações com a Venezuela.

“Uma coisa que não podemos nos enganar é que a Colômbia não vai reconhecer uma ditadura ultrajante como a da Venezuela”, afirmou Duque em coletiva de imprensa realizada ao lado Antony Blinken, chanceler dos Estados Unidos, que foi a Bogotá para uma visita oficial.

Visita ao Brasil

-Publicidade-

Conforme noticiou Oeste, Duque esteve no Brasil para uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro. Depois do encontro, que ocorreu a portas fechadas, os líderes dos países fizeram um rápido pronunciamento à imprensa, no qual prometeram estabelecer uma parceria para preservar a Amazônia.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.