Revista Oeste - Eleições 2022

Conflito entre israelenses e palestinos chega ao 2º dia com mais de 10 mortes

Forças Armadas de Israel fizeram ataques aéreos e o governo da Palestina respondeu com foguetes
-Publicidade-
Lançamento de foguetes pela Palestina
Lançamento de foguetes pela Palestina | Foto: Reprodução/Twitter

Na sexta-feira 5, uma operação das Forças Armadas israelenses contra o grupo terrorista Jihad Islâmica pôs fim a mais de um ano de relativa calma entre Israel e Faixa de Gaza. Segundo o governo israelense, um dos líderes do grupo terrorista foi morto em um ataque aéreo surpresa durante o dia. Em seguida, os palestinos responderam com disparos de mais de cem foguetes.

Neste sábado, 6, Israel justificou o ataque aéreo do dia anterior, afirmando que membros da Jihad Islâmica, com ligação com o Irã, se preparavam para lançar foguetes contra o território israelense em protesto pela prisão de um de seus membros na Cisjordânia ocupada por Israel.

Em decorrência do ataque, pelo menos 10 pessoas teriam morrido. Além do líder terrorista e de quatro membros da Jihad, uma criança foi morta. Pelo menos 75 ficaram feridos. Israel não comentou as baixas civis, mas informou que um dos mortos foi um alto comandante da Jihad Islâmica chamado Tayseer Mahmoud al-Jabari.

-Publicidade-

Em resposta ao ataque aéreo, os palestinos dispararam mais de 100 foguetes. As sirenes de ataques aéreos foram acionadas em Israel, e as pessoas tiveram que ir para os abrigos antiaéreos em cidades no sul do país. O Exército israelense disse que identificou 74 foguetes e que 11 caíram dentro da Faixa de Gaza. Nenhuma vítima foi relatada, e os militares israelenses disseram que seu sistema de defesa antimísseis Iron Dome interceptou a maioria dos foguetes que cruzou o território israelense.

Vídeos do conflito foram publicados na internet, como este do perfil Hoje no Mundo Militar, que mostra a queda de uma bomba lançada por Israel.

A escalada violenta de sexta-feira aumenta os temores de um conflito mais amplo após um período de relativa calma na fronteira Israel-Gaza. O último conflito com mortes na região foi em maio de 2021 e os dois lados decidiram por uma trégua.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Lula gosta de terroristas palestinos e odeia judeus, porque judeus são escolhidos por Deus, inteligentes, cultos e trabalhadores, exatamente o oposto de Lula e sua malta. Vida longa ao povo de Deus e morte eterna aos seus perseguidores!

  2. Qual dos dois MASHIACH
    Esse conflito resolveria?

    Pergunto pra ti:

    MASHIACH BEN YOSSEF? Ou MASHIACH BEN DAVID?

    MASHIACH BEN YOSSEF virá primeiro, e será guerreiro.
    MASHIACH BEN DAVID virá depois, e governará os dois…

    Pelo menos um dos dois já se faz presente, restando apenas apresentar.

      1. Caro Gustavo, sempre que vejo um comentário assim me pergunto se o responsável é um hipócrita ou se é uma pessoa com limitações intelectuais tão severas que acredita realmente na ideologia da esquerda.
        Israelenses atacam líderes terroristas que usam a população civil como escudo humano enquanto esses terroristas disparam diretamente contra a população civil de Israel e defendem abertamente a eliminação do povo judeu.
        Para usar alguns termos que vocês adoram, só um fascista, negacionista, terra planista e genocida fica ao lado dos terroristas!

      2. Gustavo, você é de um “finesse” invejável. Com quase certeza, acredito que você usa papel higiênico para limpar a boca, já que guardanapos comuns não dariam conta. Me admirei dos seus “inteligentes” argumentos (que só consegue dividir o mundo entre esquerda e direita e que nunca deve ter escutado a palavra “diversidade”)

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.