Cópia da 1ª Constituição dos EUA pode ser vendida por R$ 105 milhões

O documento está na casa de leilões Sotheby’s e vai a leilão em novembro
-Publicidade-
A Constituição norte-americana
A Constituição norte-americana | Foto: Reprodução/Casa de leilões Sotheby’s

A última cópia impressa da primeira Constituição dos Estados Unidos ainda em mãos privadas está na casa de leilões Sotheby’s. Em novembro, os interessados poderão dar lances no documento. A expectativa é que as ofertas atinjam valores de até US$ 20 milhões, equivalentes a cerca de R$ 105 milhões. Essa versão foi produzida para os delegados da Convenção Constitucional de 1787 e do Congresso Continental.

Leia também: “Nos EUA, manifestantes realizam ato pela soltura de 600 investigados que teriam invadido o Capitólio”

O exemplar pertence à colecionadora e filantropa Dorothy Tapper Goldman. A peça foi comprada em 1988 por seu falecido marido, Howard, por US$ 165 mil, de um colecionador particular da Filadélfia. Em uma nota dirigida à imprensa, a Sotheby’s descreveu o item como “mais raro do que a primeira impressão da Declaração de Independência”.

-Publicidade-

O texto da Constituição norte-americana foi escrito em reuniões secretas na Filadélfia. Seu conteúdo deu as bases para a democracia — tema estudado e fomentado pela Fundação Dorothy Tapper Goldman, que ficará com os lucros da venda.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.