Covid-19 e a China: a pandemia do silêncio começa a ceder

Surgem cada vez mais evidências de que o novo coronavírus pode mesmo ter sido criado em um laboratório na China. Cientistas e países ocidentais cobram uma investigação transparente, relata Dagomir Marquezi na Revista Oeste
-Publicidade-
'Aparentemente a pandemia do silêncio começa a ceder', afirma Dagomir Marquezi sobre investigações a respeito da origem do novo coronavírus
'Aparentemente a pandemia do silêncio começa a ceder', afirma Dagomir Marquezi sobre investigações a respeito da origem do novo coronavírus | Foto: Edição de Arte/Oeste

Em sua coluna publicada na Edição 61 da Revista Oeste, Dagomir Marquezi trata do início do rompimento da pandemia do silêncio em torno das origens da covid-19. Surgem cada vez mais evidências de que o novo coronavírus pode mesmo ter sido criado em um laboratório na China. Cientistas e países ocidentais cobram uma investigação transparente.

“Entre 24 e 29 de janeiro de 2020 (segundo o próprio governo chinês), o regime comunista importou uma quantidade massiva de equipamentos de proteção pessoal, incluindo 2 bilhões de máscaras. Só no dia 30 a OMS declarou a emergência médica global, já anunciando que a China não tinha culpa nenhuma. No início de junho de 2020, o ministro de Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, afirmou que as notícias de adiamento do anúncio da doença eram ‘completamente mentirosas’. Ao que tudo indica, enquanto o resto do mundo era devastado pela covid-19, a China se protegia com o equipamento que comprou de outros países antes de dar o alerta”, afirma Marquezi.

-Publicidade-

Leia outro trecho:

“Aparentemente a pandemia do silêncio começa a ceder. No dia 14 deste mês, um grupo de 18 cientistas (de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Suíça) publicou uma carta aberta na revista Science com um título simples e direto: ‘Investiguem as origens da covid-19’. Os signatários dizem que ‘mais investigações são necessárias para determinar a origem da pandemia; as teorias de liberação acidental do vírus de um laboratório ou o transbordamento zoonótico permanecem viáveis’.

O grupo dos 18 revelou um detalhe pouco divulgado da investigação inicial realizada pela OMS: ‘Informações, dados e amostras para a primeira fase de estudos foram coletados e sumarizados pela metade chinesa da equipe; o resto do time tirou suas conclusões a partir dessa análise. Apenas quatro das 313 páginas do relatório e seus anexos se referem à possibilidade de um acidente de laboratório’.

Os 18 cientistas, ligados a instituições como o MIT (Massachusetts Institute of Technology) e às universidades de Chicago, Toronto, Basileia e Stanford, não têm receio de dizer o óbvio: ‘Uma clareza maior sobre as origens desta pandemia é necessária e possível de ser obtida. Devemos desenvolver seriamente hipóteses sobre ambas as possibilidades, o surgimento natural e o vazamento de um laboratório, até que tenhamos dados suficientes. Uma investigação apropriada deveria ser transparente, objetiva, orientada por dados, incluir outros experts, ser sujeita a supervisão independente e gerenciada responsavelmente de forma a minimizar os impactos de conflitos de interesse. Agências de saúde pública e laboratórios precisam abrir seus registros ao público’.”

Revista Oeste

Além do artigo de Dagomir Marquezi, a Edição 61 da Revista Oeste traz reportagens especiais e textos de J. R. Guzzo, Augusto Nunes, Guilherme Fiuza, Ana Paula Henkel, Silvio Navarro, Rodrigo Constantino, Evaristo de Miranda, entre outros.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site