Covid-19: Pfizer e BioNTech vão testar vacina universal

A intenção é que o imunizante proteja contra uma ampla variedade de mutações do vírus

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Os testes em humanos começarão no segundo semestre deste ano
Os testes em humanos começarão no segundo semestre deste ano | Foto: Divulgação

Uma nova vacina “universal” contra a covid-19, que protege contra uma ampla variedade de mutações do vírus, será testada em humanos a partir do segundo semestre deste ano.

A informação foi divulgada na quarta-feira 29 pela empresa alemã BioNTech e sua parceria no desenvolvimento dos imunizantes, a farmacêutica Pfizer.

O trabalho experimental, que vai além da abordagem atual, inclui injeções de aumento de células T, projetadas principalmente para proteger contra doenças graves se o vírus se tornar mais perigoso, e vacinas de pancoronavírus, que protegem contra a família mais ampla de vírus e suas mutações.

-Publicidade-

Na apresentação divulgada pela BioNTech, a empresa afirmou que o objetivo é oferecer um imunizante com “proteção de longo prazo”.

Os dois parceiros comerciais estão atualmente discutindo com os reguladores versões aprimoradas de sua vacina, estabelecida para melhor proteção contra a variante Ômicron e as sublinhagens do coronavírus.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. As vacinas sempre tiveram a função de imunização, especialmente de crianças. Para tanto as mães eram alertadas q as crianças não poderiam estar doentes. Pois as vacinas têm essa incumbência, “irritar” o sistema imune.

    Desde 2020 com a “fraudemia letal” passou a ser “arma” de terrorismo e desinformação. Juntamente com a enxurrada de “artigos científicos” q inundam a net discorrendo no “molhado”. Sobre a particula da particula do tal virus malvado. Artigos tais q se embasam em artigos que mal acabaram de ser publicados e com o vies “anti etico” de se colocar um artigo fiel, no meio da baboseira, como se fosse para sinalizar o estado real da coisa.
    Fraude em cima de fraude. A intenção de tudo isso é causar pânico numa população q mal informada se “refugia” em máscaras (nojentas), se entopem de medicamentos com efeitos adversos terriveis, ou se isolam.

    A terceira guerra que estamos vivendo, pode ser chamada de guerra de boato e promete matar muita gente sem disparar uma arma de fogo ou branca – mas pela midia

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.