Manifestantes são alvo de julgamento sumário em Cuba

Ativistas políticos afirmam que foram feitas cerca de 500 prisões durante os protesto
-Publicidade-
Manifestantes cubanos são sumariamente julgados na ilha dos Castro
Manifestantes cubanos são sumariamente julgados na ilha dos Castro | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

A ditadura cubana iniciou os julgamentos sumários dos manifestantes detidos nos atos de protesto realizados em 11 de julho. A justiça da ilha vai julgar as dezenas de pessoas acusadas de desordem pública, incitação ao crime e desacato. Os dissidentes devem ser punidos com até um ano de prisão.

Em um dos primeiros julgamentos coletivos, realizado até agora, dois jovens foram condenados a dez meses de cadeia, enquanto outros receberam penas que chegam a um ano de reclusão. Os familiares dos manifestantes afirmaram que, pela celeridade do processo, não tiveram tempo de contratar advogados.

Detenções

-Publicidade-

A ditadura cubana não informou o número oficial de detidos. No entanto, ativistas políticos afirmam que foram feitas cerca de 500 prisões durante os protestos que aconteceram em 11 e 12 de julho.

Apesar das prisões arbitrárias, o ministro de Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, afirmou que o país respeita as garantias processuais.

Leia também: “A escuridão da face externa”, artigo de Augusto Nunes publicada na Edição 70 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

  1. O que farão com os prisisoneiros, só Deus sabe.
    O famoso “paredon” dos assassinos comunistas cubanos fuzilará algumas dezenas de manifestantes e a esquerda brasileira comandada pelo criminoso lula será cúmplice dos assassinatos.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro