Dinamarca suspende uso da vacina da Oxford/AstraZeneca

A medida ocorre em virtude de relatos de pacientes que desenvolveram coágulos sanguíneos após a imunização
-Publicidade-
Dias atrás, outros países da União Europeia suspenderam o uso de um lote específico da vacina
Dias atrás, outros países da União Europeia suspenderam o uso de um lote específico da vacina | Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo

A Dinamarca suspendeu o uso da vacina contra a covid-19 produzida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. A medida ocorre em virtude de relatos de alguns pacientes que desenvolveram coágulos sanguíneos após a imunização. Dias atrás, outros países da União Europeia (UE) suspenderam o uso de um lote específico da vacina. O ministro da Saúde dinamarquês, Magnus Heunicke, disse nesta quinta-feira, 11, que as autoridades estão procurando “sinais de um possível efeito colateral sério na forma de coágulos sanguíneos fatais”, embora tenha deixado claro que era uma “medida de precaução”, explicando que ainda não era possível concluir se os coágulos foram ocasionados pelo imunizante. “Agimos cedo. Isso precisa ser investigado minuciosamente”, disse Magnus, no Twitter. A Agência Dinamarquesa de Medicamentos informou que está trabalhando com a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e outras autoridades farmacêuticas da UE para investigar vários relatos de coagulação do sangue.

Leia também: “Tudo o que você precisa saber sobre a vacina da Oxford”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. “de alguns pacientes que desenvolveram coágulos sanguíneos após a imunização”. Pacientes? Eles estavam internados? Quantos “pacientes”? Quantos tomaram a vacina e quantos “pacientes” tiveram o efeito colateral? Seguindo: “sinais de um possível efeito colateral sério na forma de coágulos sanguíneos fatais” Fatais???? Quanto morreram??? A “ciência” hoje em dia anda muito esquisita, ou melhor, relapsa!!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.