Duas opções para quem não concorda com Vladimir Putin: prisão ou exílio

Opositores do ditador russo estão se mudando em massa para os EUA e o Reino Unido
-Publicidade-
Presidente da Rússia, Vladimir Putin | Foto:  Wikimedia Commons
Presidente da Rússia, Vladimir Putin | Foto: Wikimedia Commons

Seu mais forte concorrente, Alexei Navalny, está na prisão. Agora, Vladimir Putin está oferecendo a quem quer que pretenda disputar as próximas eleições presidenciais com ele duas opções: ou foge do país ou também vai para a cadeia. Existe uma terceira opção: ser executado.

Leia mais: “Líder da oposição russa descreve sua vida na prisão

A jornalista Irina Borogan já fugiu para Londres. “A nova onda de opressão de Putin é basicamente atingir qualquer um com uma opinião diferente da dele”, declarou Borogan ao jornal The Times. “Várias pessoas foram intimidadas por isso e fugiram do país”. Seu colega Andrei Soldatov, autor de livros criticando o regime de Putin, seguiu o mesmo caminho. “Qualquer coisa na Rússia hoje em dia pode ser considerada um crime.”

-Publicidade-
A jornalista Irina Borogan (Foto: Reprodução/YouTube)

Oposicionistas como Boris Nemtsov tiveram um destino ainda mais radical. Nemtsov, considerado “indesejável”, foi assassinado em 2015. O jornalista Roman Badanin fugiu para Nova York após ter seus filhos filmados e ofendidos na rua por agentes do governo.

Essa repressão toda aparentemente não está garantindo a permanência de Putin no poder. Seu Partido da Rússia Unida está na pior posição nas pesquisas eleitorais desde 2008.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro