Revista Oeste - Eleições 2022

E se você pudesse voltar no tempo? – Parte 2

Série de Irwin Allen, criador de Perdidos no Espaço, durou apenas uma temporada
-Publicidade-
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Série
O Túnel do Tempo (Oldflix)

Além de 11.22.63, outra série trata de viagens no tempo. E esta é um clássico dos anos 1960, mais um sucesso do produtor Irwin Allen, o mesmo de Perdidos no Espaço, Viagem ao Fundo do Mar e Terra de Gigantes.

-Publicidade-

Todas essas séries eram ousadas para a época, mas parecem ingênuas e toscas nos dias de hoje. Mas são joias de nostalgia.

Túnel do Tempo (1966-1967) é uma série sobre uma experiência secreta dos EUA chamada Tic-Toc. Dois dos seus cientistas, Tony e Doug, (interpretados por James Darren e Robert Coulbert) entram no túnel para provar que ele funciona, e não conseguem voltar mais ao presente (no caso, 1968).

Tony e Doug só se deslocavam por grandes eventos históricos – o apocalipse futuro, a guerra de Troia, o naufrágio do Titanic, as aventuras de Robin Hood, as aventuras de Marco Polo etc. Outro detalhe é que, não importava onde e quando os dois estavam – no Império Romano ou durante a Revolução Francesa – todo mundo falava inglês. Durou apenas uma temporada.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. kkkk… Imaginem um troiano de antes de cristo ou mesmo um romano antigo (no antigo império romano se falava inúmeras línguas e o latim era apenas utilizado pelo funcionalimo público, uma língua burocrática apenas mas que aos poucos foi se transformando em vários dialetos locais) mas voltando ao assunto dos atores só falarem inglês, mesmo assim não britânico, é mesmo ridículo. Já li em algum lugar que captaram ondas de rádio dos anos 1930/1940, a explicação que deram é de que essas ondas podem ter de alguma forma, refletido em algo e voltaram para a terra, já bem fracas. Só assim se consegue voltar ao passado ao meu ver. A menos que inventem algo que tenha uma velocidade superior à da luz, enfim…

    1. Velocidade maior que a da luz, Einstein já disse que não dá, a menos que o objeto não tenha massa ou mesmo massa negativa, se isso for possível.

  2. Ótimo artigo, mas a série durou apenas uma temporada, apesar do grande sucesso, porque os episódios eram muito caros, tornando-a inviável. Hoje, os efeitos especiais são mais fáceis de fazer, graças a computação. Claro, dependendo do filme ou séries, ainda são caros, mas mais baratos do que na época da série, nos anos 1960.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.