-Publicidade-

Em desafio a Biden, Coreia do Norte realiza teste de mísseis

Operação militar norte-coreana é ‘normal’, segundo funcionário do governo norte-americano
Kim Jong-un ainda não estabeleceu relação amigável com Joe Biden
Kim Jong-un ainda não estabeleceu relação amigável com Joe Biden | Foto: Reprodução/Flickr

A Coreia do Norte fez testes com mísseis no fim de semana, informaram funcionários da Casa Branca a agências de notícias e jornais nesta terça-feira, 23. Foi a primeira operação do tipo desde que Joe Biden tomou posse como presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal norte-americano The Washington Post, os testes foram realizados com mísseis de curto alcance. A ação ocorreu apenas dias depois de encarregados da diplomacia e da defesa dos EUA visitarem a Ásia, inclusive com encontro com representantes da Coreia do Sul. À agência Reuters, um funcionário do governo norte-americano disse que o alerta faz parte das atividades militares “normais” da Coreia do Norte e que os testes não fechariam uma possível porta aberta para diálogo entre a Casa Branca e o regime de Kim Jong-un. Geralmente, quando testes do tipo ocorrem, o próprio governo norte-coreano ou observadores da Coreia do Sul detectam e avisam. Desta vez, o teste foi comunicado por funcionários dos EUA apenas dias depois. Ainda de acordo com o representante da Casa Branca ouvido pela Reuters, o governo Biden traçará um plano de ação sobre a Coreia do Norte e ouvirá a Coreia do Sul e o Japão — dois grandes inimigos do regime de Kim. As informações são do G1.

Leia também: “Diplomata russo deixa a Coreia do Norte empurrando carrinho ferroviário”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Se continuarmos apoiando esse nosso parlamentarismo representado pelo STF e o 4o. Poder cooptado, neste “rodízio ” FENOMENAL, em breve realmente o Brasil para, mas para receber com honrarias o mestre Kim.
    Vai ser ótimo, pois finalmente a esquerda brasileira vai sentir o cheiro de “papai”.
    Tá faltando é coro na bunda, p grande parte de imbecis que não põem a mão na massa, mas logo logo serão obrigados a esconder suas panelas.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.