Em isolamento, Argentina supera 1 milhão de casos de covid

País mantém as restrições mais longas do mundo
-Publicidade-
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: DIVULGAÇÃO/FOTOARENA
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: DIVULGAÇÃO/FOTOARENA

País mantém as restrições mais longas do mundo

em isolamento
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Fotoarena
-Publicidade-

O governo dos peronistas Alberto Fernández e Cristina Kirchner anunciou nesta terça-feira, 20, que o país ultrapassou a marca de um milhão de infectados pelo coronavírus. A Argentina tem o isolamento social mais prolongado do mundo, que dura desde 30 de março deste ano. Atualmente, o Ministério da Saúde registra que 1.002.662 de pessoas têm a covid-19. Já as mortes são 26.716. Além disso, os hermanos têm uma das maiores taxas per capita de infecções diárias, conforme levantamento do Our World in Data, um site vinculado à Universidade de Oxford. O país, ainda, está na dianteira de vários outros da Europa, cujas restrições já foram flexibilizadas.

Leia também: “O erro do ‘lockdown’”, reportagem publicada na edição n° 14 da Revista Oeste

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site