-Publicidade-

Embaixador da Itália morre em ataque terrorista na República Democrática do Congo

Luca Attanasio visitava a região leste do país, em missão do Programa Mundial de Alimentos, quando foi alvejado
Luca Attanasio ocupada o posto de embaixador desde o início de 2018
Luca Attanasio ocupada o posto de embaixador desde o início de 2018 | Foto: Reprodução/Flickr

O embaixador da Itália na República Democrática do Congo (RDC), Luca Attanasio, morreu nesta segunda-feira, 22, em um ataque a tiros contra um comboio das Nações Unidas em Goma, no leste do país, informou o Ministério das Relações Exteriores italiano. Ele acompanhava uma visita do Programa Mundial de Alimentos e morreu em consequência dos ferimentos à bala. Attanasio ocupava o posto desde o início de 2018. Guillaume Djike, porta-voz do Exército da RDC, disse em entrevista à agência France Presse que, além do embaixador, mais duas pessoas morreram no ataque. A ofensiva teria acontecido durante uma tentativa de sequestro dos membros da missão internacional, segundo a agência de notícias Reuters. A província de Kivu do Norte — onde fica Goma, cidade em que o comboio foi atacado — é cenário de violentos embates com grupos armados há mais de 25 anos. A região abriga o Parque Nacional de Virunga, uma joia turística ameaçada por conflitos entre os grupos que disputam o controle de suas riquezas naturais.

Leia também: “Economista é o novo primeiro-ministro da Itália”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês