Emirados Árabes Unidos planejam missão espacial com pouso em asteroide

Empreitada conta com a colaboração da Universidade do Colorado, dos EUA
-Publicidade-
Foto: Reprodução/Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos
Foto: Reprodução/Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos

Na terça-feira 5, a Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos (EAU) anunciou uma nova missão. A empreitada tem o objetivo de pousar em um asteroide e conta com a colaboração da Universidade do Colorado, dos Estados Unidos. Caso o projeto tenha êxito, o país entrará para o seleto grupo de nações que conseguiram a proeza — hoje formado por norte-americanos, japoneses e membros da União Europeia.

Leia também: “Atriz russa decola para gravar primeiro filme no espaço”

“A nova missão nos leva a outro nível de complexidade e desenvolvimento de capacidade e representa um salto quântico para o desenvolvimento do setor espacial dos Emirados”, disse a ministra de Tecnologia e chefe da Agencia Espacial dos EAU, Sarah Al Amiri.

-Publicidade-

O lançamento está previsto para 2028. Inicialmente, a missão vai orbitar Vênus e depois a Terra. Com a impulsão gerada por manobras de auxílio de gravidade, a espaçonave deve chegar ao Cinturão de Asteroides localizado entre Marte e Júpiter no ano de 2030.

Em 2033, está programado o pouso em um dos asteroides do Cinturão principal, distante cerca de 560 milhões de quilômetros do nosso planeta. O percurso completo abrange 3,6 bilhões de quilômetros.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.