Escócia deve perdoar ‘bruxas’ que foram executadas séculos atrás

Estima-se que 2,6 mil pessoas foram mortas entre 1563 e 1736 no país
-Publicidade-
Parlamento da Escócia
Parlamento da Escócia | Foto: Divulgação

O Parlamento da Escócia deve perdoar em breve as “bruxas” que foram condenadas e executadas há milhares de anos por feitiçaria. Os historiadores estimam que quase 4 mil pessoas, a maioria do sexo feminino, foram consideras culpadas sob a Lei de Bruxaria da Escócia, que vigorou entre os séculos 16 e 18.

A deputada escocesa Natalie Don afirmou que iniciaria um projeto no Parlamento para garantir o perdão para as “bruxas”. Em uma publicação de uma rede social, Natalie escreveu: “A criminalização incorreta dessas mulheres apenas fortalece os estereótipos de gênero nos dias modernos e acredito que corrigir esse erro terá um impacto real no desafio de atitudes de gênero e patriarcais que ainda existem na sociedade.”

A parlamentar ainda agradeceu o apoio do grupo Witches of Scotland, liderado pela advogada Claire Mitchell QC. Essa comunidade está fazendo uma campanha para que os acusados ​​de bruxaria recebam um perdão legal, obtenham um pedido de desculpas oficial do governo e recebam um monumento nacional em sua homenagem.

-Publicidade-

Como a condenação das “bruxas” funcionava na Escócia

As pessoas eram acusadas de bruxaria por diversas ações, entre elas de amaldiçoar os navios do rei, causar ressaca em adversários, além de se transformarem em uma coruja. Segundo o jornal britânico The Times, 2,6 mil cidadãos foram executados entre 1563 e 1736. Geralmente eles morriam estrangulados e depois eram queimados na fogueira.

Os suspeitos de praticar bruxaria eram presos e torturados para confessarem seus crimes e as mulheres não podiam se defender. Muitos eram submetidos à privação do sono, usada como uma forma de tortura. Além disso, os carcereiros usavam alfinetes para encontrar evidências da marca do Diabo nos presos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Condenadas pelos “cidadãos de bens” bolsonaristas da epoca.
    Essa raça de filhos da puta que se acham no direito de julgar as pessoas são todos uns vermes.

  2. POR FAVOR!!

    VEM LOGO GUERRA!!!
    OU ASTERÓIDE….

    O OCIDENTE NÃO TEM MAIS O QUÊ FAZER ….tá chato isso viu…MUITO CHATO!
    MALDITOS WOKE E SUAS UNIVERSIDADES DE MARICAS.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.