Esquerdista Gabriel Boric se torna presidente do Chile

José Antonio Kast parabenizou o novo chefe do Executivo
-Publicidade-
O novo presidente do Chile, Gabriel Boric
O novo presidente do Chile, Gabriel Boric | Foto: Reprodução/Instagram

O líder estudantil de extrema esquerda Gabriel Boric se tornou presidente do Chile neste domingo, 19. Com 68,7% das urnas apuradas, o nome do partido Frente Ampla tem 55,1% de intenções de votos. O adversário José Antonio Kast já telefonou para o novo chefe do Executivo e reconheceu a derrota. Até o momento, Kast teve 44,8% dos votos válidos.

Aos 35 anos, Boric será o mais jovem presidente da história do país e vai suceder o direitista Sebastián Piñera, que termina em março de 2022 seu segundo mandato à frente do país. O esquerdista governará com um Congresso dividido, com o qual será necessário realizar acordos para viabilizar projetos como as reformas da Previdência e do sistema tributário.

Além disso, Boric será presidente durante a assembleia que vai definir uma nova Constituição para o Chile. Caberá a ele implantar a Carta Magna, caso ela seja aprovada. Nas últimas semanas, Boric obteve o apoio dos ex-presidentes Ricardo Lagos e Michelle Bachelet, ambos também de esquerda.

-Publicidade-

Agenda de Gabriel Boric

Em seu programa de governo, as principais propostas são “o feminismo, o ambientalismo e a descentralização do poder”. O presidente eleito também defende a legalização do aborto, além de um Estado social-democrata.

Boric é aliado de siglas extremistas, como o Partido Comunista do Chile.

Boric foi o responsável pelas articulações das manifestações violentas no Chile em outubro de 2019. Depois dos protestos, o presidente Piñera se viu forçado a convocar uma assembleia constituinte.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

31 comentários Ver comentários

  1. Quem não lembra da Venezuela, antes de Hugo Chavez??? Pois é, era o país mais desenvolvido da américa latina e se transformou no que vimos hoje. O Chile irá para o mesmo caminho, aguardem daqui 6 anos!!

  2. A estupidez dessas pessoas chegou a tal ponto de eleger um neófito, um líder estudantil e prestem atenção na idade desse sujeito, 35 anos! e ainda é um líder estudantil, donde concluo que esse sujeito seja um desocupado patológico. Nenhum país merece isso, mas como estamos vivendo uma EXPERIMENTAÇÃO mundial, vamos ver o que irá acontecer por lá. Espero que esse tipo de EXPERIÊNCIA não se repita por aqui.

  3. Não é o meu país e não tenho total noção do que ocorre internamente, mas a maneira da esquerda agir é muito parecida com o que está em curso por aqui, através de: escolas aparelhadas e professores marxistas empurrando goela abaixo a “bondade” esquerdista na molecada; “jornalistas” saudosos do estado lhes jorrando grana fácil agindo dia e noite desfazendo e espezinhando o gov atual através de muitas mentiras e histórias desconexas; parlamentares desesperados para a volta daquele joguinho gostoso do toma lá da cá que só a esquerdolândia pode garantir, portanto, boicotando TUDO que o governo atual tenta passar; artistas igualmente desesperados pela teta doce do governo lacrando e desmoralizando o governo atual constantemente; e é claro, um jovem barbudo “bonzinho” com uma cara de otário e fala mansa se esgueirando sorrateiramente nestes setores todos citados, só “articulando” e prometendo tudo e mais um pouco. É isso aí Chile, vc já caiu no conto que tbm está sendo contado por aqui, porém, aqui é ainda pior, o barbudo que quer voltar é um notório chefe de quadrilha.

  4. Mais uma conquista do competente Foro de São Paulo. Mas alguns idiotas daqui como o calça apertada e o traíra de Curitiba acham que são capazes de derrotar a extrema esquerda com aquele marketing de vendedor de perfume. O Chile caiu e logo começará sua escalada autoritária irresistível. O Brasil está na fila.

  5. O povo sofre por ignorância, mas tem as exceções, no caso dos Chilenos é por burrice mesmo, lamentável… São vizinhos de um país governado pela esquerda e não por coincidência, país esse afundado na miséria, que sofram as consequências de suas escolhas, mas que não venham pedir socorro ao Brasil, como tem feito Venezuelanos e argentinos, comam sua merda sozinhos e calados.

  6. É o q acontecerá aqui no ano que vem, infelizmente. A saída é Cumbica, não tem jeito. Uma mídia sem vergonha, um STF e congresso tomado por eles, um presidente banana de rabo preso, um fundão de 6 bilhões de reais para enganarem o povo, as forças armadas corrompidas por muitos deles, e nós “direitos” medrosos e acovardados – o máximo que fazemos é passear na paulista em um domingo de Sol

    1. Os chilenos acabaram de eleger um Lindbergh para presidência. O que se pode esperar de alguém que aos 35 anos é apresentado como “líder estudantil”?

  7. Logo logo e o Brasil infelizmente. É fazer o pé de meia e ir morar em outro país. Pq a esquerda quando voltar assumir aqui vai vim com força e sem chances para qualquer um q enfrente.

  8. Mais um país que tinha tudo para dar certo; mas sucumbirá ao esgoto populista esquerdopata por burrice própria – meus pêsames, Chile. Quem vota errado merece se ferrar!

  9. Pobre Chile….Será a nova Venezuela em breve…
    O lado bom é o que disse o leitor Valfredo Novais Silva, acima: os investidores migrarão para o Brasil , pelo menos até não cairmos nas mãos dos esquerdistas, especialmente Luladrão, do que espero que Deus nos livre..

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.