Estados Unidos devem afrouxar uso de máscaras

O Centro de Controle e Doenças vai modificar as diretrizes baseadas no número de casos de covid-19
-Publicidade-
As novas métricas ainda vão considerar o número de casos, mas também levará em conta as hospitalizações
As novas métricas ainda vão considerar o número de casos, mas também levará em conta as hospitalizações | Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC

Os Estados Unidos devem afrouxar as regras para o uso de máscaras, informou nesta sexta-feira, 25, a agência de notícias Reuters.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) fará uma modificação nas diretrizes para determinar as regiões onde o uso a proteção facial vai ser aconselhado.

A mudança prevê uma análise da contagem de casos de covid-19 para um entendimento integral sobre o risco do coronavírus para uma comunidade.

-Publicidade-

Atualmente, as máscaras são recomendadas para pessoas que residem em comunidades de transmissão substancial ou alta — aproximadamente 95% dos condados dos EUA, de acordo com os dados mais recentes.

As novas métricas ainda vão considerar o número de casos, mas também levará em conta as hospitalizações e a capacidade hospitalar local, que foram acentuadamente melhoradas recentemente.

Sob as novas diretrizes, a grande maioria dos americanos não viverá mais em áreas onde é recomendado o uso de máscaras em locais internos em público, com base em dados atuais.

A diretora do CDC, Rochelle Walensky, disse que uma mudança está em andamento sem confirmar a data.

“No CDC, analisamos nossos dados de covid-19 e mudamos nosso foco para prevenir os resultados mais graves e minimizar a tensão na saúde”, publicou no Twitter na quinta-feira 24, sem dar mais detalhes.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.