EUA aprovam a venda de 105 F-35 ao Japão

O governo do EUA, através do Departamento de Estado, deu a aprovação para uma possível venda de 105 caças F-35, um dos mais modernos do mundo, ao Japão
-Publicidade-
Foto: Donald R. Allen/US Air Force
Foto: Donald R. Allen/US Air Force | F-35 Japão

OS EUA aprovaram a venda de mais de uma centena de caças F-35 ao Japão; custo deve ser de US$ 23,1 bilhões

F-35 Japão
Foto: Donald R. Allen/US Air Force

O governo do EUA, através do Departamento de Estado, deu a aprovação para uma possível venda de 105 caças F-35, um dos mais modernos do mundo, ao Japão.

-Publicidade-

Nesta quinta-feira, 9, o Congresso dos EUA recebeu uma notificação do Departamento de Estado. Pelas informações divulgadas, o negócio envolveria US$ 23,1 bilhões  para 63 F-35 do modelo A e 42 do B, que são capazes de decolar em pistas curtas.

Veja também: “Japão anuncia aplicativo anti-covid-19”

De acordo com a televisão japonesa NHK, a Força Aérea de Autodefesa do Japão já utiliza caças F-35 do modelo A. O modelo do tipo B poderá ser utilizado em um porta-aviões da Marinha do Japão, o que causa temores na região, especialmente na China.

Caso a venda seja concretizada, será a segunda maior já feita pelos Estados Unidos, só sendo superada por uma venda de caças F-15 a Arábia Saudita. Os Estados Unidos vão certamente  fornecer apoio técnico e treinamento aos japoneses por pelo menos 25 anos.

Para a televisão japonesa, funcionários do Departamento de Estado comemoraram o negócio, afirmando que vai gerar empregos nos EUA e fortalecer a defesa do Japão. Desde o fim da Segunda Guerra Mundial, o Japão é certamente um importante aliado norte-americano na Ásia.

F-35

Projetado e produzido pela norte-americana Lockheed Martin, o F-35 é o projeto de defesa mais caro da história, com um custo superior a US$ 1 trilhão. A empresa é a mesma que fabrica o F-16, indiscutivelmente um dos mais utilizados do mundo.

Mais: “Japão tem primeiro fim de semana sem isolamento social”

Com três versões diferentes e com tecnologia stealth — o que o torna invisível aos radares — a aeronave foi projetada para substituir grande parte da frota atual das forças armadas dos EUA. A Marinha, a Força Aérea e os Fuzileiros Navais, portanto, vão receber versões específicas.

Aliados dos EUA, como o Japão, Coreia do Sul, Reino Unido e Israel já adquiriram o F-35 para as suas forças armadas. A China e a Rússia possuem inegavelmente projetos de caças furtivos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.