-Publicidade-

Após eleição de Biden, EUA reafirmam apoio a Taiwan

O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, exortou Pequim a cessar pressões militares contra a ilha
O novo presidente norte-americano, Joe Biden, quer fortalecer os laços com Taiwan
O novo presidente norte-americano, Joe Biden, quer fortalecer os laços com Taiwan | Foto: Reprodução/Twitter

O compromisso dos Estados Unidos com Taiwan é “sólido como uma rocha”, declarou o governo norte-americano na noite deste sábado 23, depois de vários aviões chineses terem entrado no espaço aéreo da ilha. Essas declarações são as primeiras sobre Taiwan desde a posse do novo presidente dos EUA, Joe Biden, esta semana.

O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, disse em comunicado que “observa com preocupação a tendência atual da República Popular da China (RPC) de intimidar seus vizinhos, incluindo Taiwan”, e exortou Pequim a “cessar suas pressões militares, diplomáticas e econômicas” contra a ilha.

Taiwan se separou da China no final de uma guerra civil, em 1949. Seus 23 milhões de habitantes vivem sob ameaça constante de uma invasão da China continental, cujos dirigentes consideram a ilha como parte de seu território.

Apesar dos laços diplomáticos com Pequim, Washington é o maior apoio militar de Taipei, capital de Taiwan.

Leia também: “Taiwan realiza exercício militar contra possível invasão da China”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês