-Publicidade-

Biden reconhece Guaidó como presidente da Venezuela e ganha ‘haters’ na esquerda brasileira

Estados Unidos seguem sem validar Nicolás Maduro como líder do país sul-americano
Juan Guaidó, legítimo presidente da Venezuela na visão de Biden, mas não na da esquerda brasileira
Juan Guaidó, legítimo presidente da Venezuela na visão de Biden, mas não na da esquerda brasileira | Foto: Reprodução/Facebook

A troca do republicano Donald Trump pelo democrata Joe Biden não mudou a relação diplomática dos Estados Unidos com a Venezuela. Mesmo com a posse de seu mais novo presidente nesta quarta-feira, 20, o governo norte-americano continua a classificar Nicolás Maduro de ditador e, consequentemente, mantém o reconhecimento de Juan Guaidó como legítimo líder do país sul-americano.

Leia mais: “Sem Trump no comando, EUA voltam à OMS e ao Acordo de Paris”

A decisão em relação à Venezuela faz com que personagens da esquerda brasileira critiquem Biden. O youtuber Felipe Neto é um dos que aparecem na lista. “Já temos o primeiro grande erro de Joe Biden”, escreveu o influenciador digital por meio de seu perfil no Twitter. “Sou profundo crítico de Maduro, mas não é assim q as coisas são resolvidas”, sinalizando que o sucessor de Hugo Chávez deveria ser reconhecido pelo integrante do Partido Democrata dos Estados Unidos.

Deputado distrital pelo Psol, Fábio Felix comparou Guaidó a Trump e fez questão de registrar seu desapontamento com a decisão do novo comando da Casa Branca. “Ele [Biden] devia ceder a presidência a Trump, que também alegou fraude eleitoral sem ter provas”, afirmou o político socialista. “A vitória do Partido Democrata é uma boa notícia, mas não podemos nos iludir. A alegria durou pouco”, prosseguiu o parlamentar.

Militante do PT que não conseguiu se eleger vereador em São Paulo em 2020, recebendo pouco mais de 6 mil votos, William De Lucca foi outro a revelar: está desapontado com o novo presidente dos Estados Unidos. O petista ainda fez questão de chamar Guaidó — e não Maduro — de “golpista”. “O reconhecimento do golpista Guaidó como presidente da Venezuela nos relembra que espaços os estadunidenses ocupam.”

Com mais de 38 mil seguidores no Twitter, Ricardo Pereira, que se apresenta como professor, jornalista e socialista, também se propôs a analisar a situação diplomática entre Estados Unidos e Venezuela. E tentou tirar o democrata da classificação de políticos da esquerda. “Claro que o Biden é melhor que o Trump, mas isso não significa que ele é ‘progressista’, ‘de esquerda’ ou representa alguma esperança para o mundo. O reconhecimento de Guaidó como presidente da Venezuela mostra que o tratamento para a América Latina será o mesmo: quintal dos EUA.”

As reclamações que partiram de integrantes da esquerda deixam o nome “Guaidó” entre os assuntos mais populares entre os usuários do Twitter no Brasil. Diferentemente de Felipe Neto, Fábio Felix, William De Lucca e Ricardo Pereira, a Organização das Nações Unidas (ONU) não apoia Maduro. Em setembro do ano passado, a entidade registrou que o venezuelano cometeu crimes contra a humanidade.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Desculpem a sinceridade, mas citar, a qualquer pretexto, o tal zé ninguém Felipe Neto não se sabe de quem é o fim da picada. Revista Oeste, por favor, vamos elevar o nível.

  2. Que as esquerdas considerem Maduro como legitimo presidente da Venezuela, isso faz parte da cegueira ideologica que as caracterizam. Mas ao analisar o pensamento do famoso filosofo, analista internacional e pensador Felipe Neto, acabamos ficando em duvidas…..

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês