Fechamento de escolas seria desastroso para as crianças, afirma Unicef

Órgão afirma que uma 'sombra pandêmica de trabalho infantil, casamento infantil e problemas de saúde mental se instalou'
-Publicidade-
Fechamentos prolongados aniquilaram décadas de progresso na educação
Fechamentos prolongados aniquilaram décadas de progresso na educação | Foto: Rogério Galasse/Futura Press/Estadão

Mesmo com o surgimento da variante Ômicron do coronavírus, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) desaconselha o fechamento de escolas.

De acordo com o órgão, uma nova onda de fechamento das escolas “seria desastroso para as crianças”. Em uma nota neste mês de dezembro, o Unicef afirmou que uma “sombra pandêmica de trabalho infantil, casamento infantil e problemas de saúde mental se instalou”.

“As evidências são claras: fechamentos prolongados de abrangência nacional; recursos limitados para estudantes, professores e pais; e a falta de acesso ao aprendizado à distância aniquilaram décadas de progresso na educação e tornou a infância irreconhecível”, declarou.

-Publicidade-

A instituição afirmou que o fechamento de escolas trouxe consigo a perda da segurança para as crianças, bem como das interações diárias com os amigos, o acesso aos cuidados médicos e, muitas vezes, da única refeição nutritiva servida a elas no dia. Além disso, o Unicef estima que essa geração em “idade escolar pode perder, coletivamente, US$ 17 trilhões” em ganhos ao longo da vida.

“O ano de 2022 não pode ser mais um de aprendizagem interrompida”, alerta a instituição nesse sentido. “Precisa ser o ano em que a educação e os melhores interesses das crianças tenham precedência.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Mas veja só, a economia a gente vê depois; fecha tudo, salve os velhinhos dos seus netinhos “assassinos” (plim plim). O que de mal poderia acontecer?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.